DISCIPULADO / Estudo Bíblico 11/14: O Fruto do Espírito Santo

o fruto do espírito santoO FRUTO DO ESPÍRITO SANTO

Através do Fruto do Espírito Santo o caráter de Cristo é novamente formado no homem. O pecado afetou consideravelmente imagem de Deus em nós levando-nos a produzir as obras da carne. (Efésios 2:2,3; Gálatas 5:19-21) Entretanto através do novo nascimento, Cristo é novamente formado em nós e assim somos transformados constantemente de glória em glória, crescendo na graça e no conhecimento de Jesus Cristo. (2 Co 3:1,18) A manifestação do fruto do Espírito Santo diz respeito à nossa santificação. (separação do pecado e consagração a Deus) É através da manifestação do fruto do Espírito Santo que a maturidade espiritual torna-se perceptível. Qualquer novo convertido pode manifestar fruto do Espírito Santo se a sua conversão for realmente autêntica.

Na Bíblia, em João 15.1,2 Jesus se expressou assim: “Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador. Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto.” Ele usou a metáfora da videira para comunicar a necessidade de um relacionamento vital entre ele e o crente a fim de que haja a produção do fruto Espírito Santo. Esta é a maneira que evidencia que somos discípulos de Cristo. (Mt 7:16; Mt 5:13-16) É através do fruto do Espírito Santo que Deus é glorificado em nossa vida, e assim muitos são abençoadas através de nosso bom testemunho. (Jo 15:8) A Bíblia declara que o fruto do Espírito Santo é o amor, o qual foi derramado por Deus em nossos corações (Rm 5:5) Lendo em Gl 5:22 verificamos que o fruto do Espírito pode se apresentar de 9 formas distintas:

  1. Amor(gr. ágape) – É o amor divino para com a humanidade perdida. (Jo 3:16) É um amor imutável, sacrificial, espontâneo e que nos leva a amar até os próprios inimigos. (Mt 5:46-48)

  2. Alegria (gozo)– é o amor exultante. É uma alegria constante na vida do crente, decorrente de seu bem-estar com Deus. Este amo se manifesta inclusive nas tribulações. (2 Co 7:4; At 13:52)
  3. Paz– A paz é o amor em repouso. É uma tranqüilidade íntima e perfeita, independente das circunstâncias. Podemos desfrutar da paz em três sentidos: Paz com Deus (Rm 5:1; Is 48:22A “]Cl 3:15[/tooltip]); paz com o próximo (Rm 12:18; Hb 12:14) e a paz interior. A paz que guarda nossos corações e os nossos sentimentos em Cristo Jesus. (Fp 4:7) Os ímpios não tem paz! (Is 48:22)
  4. Longanimidade (paciência)– É o amor que suporta a falta de cortesia e amabilidade por parte dos outros. (Ef 4:2; 2 Co 6:4) É a paciência de forma contínua. Paulo reconheceu a paciência de Jesus Cristo para com ele. (1 Tm 1:16) Em 2 Co 6:4-6 Paulo fala da muita paciência.
  5. Benignidade –É uma forma de amor compassivo e misericordioso. É a virtude que nos dá condições de sermos gentis para com os outros, expressando ternura, compaixão e brandura. A benignidade de Deus na vida de Paulo impediu de o carcereiro de Filipos de suicidar-se. (At 16:24-34)
  6. Bondade –É a prática do bem, o amor em ação. É ser uma bênção para os outros. (Rm 15:14) e alcança o favor de Deus (Pv 12:2). É o amor generoso e caridoso. Se antes fazíamos o mal agora Cristo nos capacita para sermos bons para com todos.
  7. Fé –Não é apenas crer e confiar. É também ser fiel e honesto, pois Deus é fiel. (1 Co 1:9) Através desta virtude o crente se mantém fiel ao Senhor em quaisquer circunstâncias. Descobrimos se temos esta qualidade quando somos desafiados à infidelidade. É o amor em sua fidelidade a Deus. (1 Pe 1:6,7)
  8. Mansidão –Virtude que nos torna pacíficos, com serenidade e brandura diante de situações irritantes, perturbadora e desagradáveis. Antes éramos agressivos e nos irritávamos com qualquer coisa que nos contrariava. Jesus falou para aprendermos a mansidão com ele. (Mt 11:29). Ele se conservou manso diante de seu traidor. (1 Pe 2:21-29), e curou a orelha do servo do sumo sacerdote que fazia parte dos que tinham ido prendê-lo. (Lc 22:51) É o amor submisso a Deus.
  9. Temperança (Domínio próprio)– Deus respeita o nosso livre arbítrio e por isso não nos domina, mas nos guia na verdade. Além da orientação do Espírito Santo contamos com o domínio próprio que atua como um freio contra as paixões da carne as quais vão contra os propósitos de Deus para nossa vida. De vez em quando somos tentados, velhas paixões e coisas ilícitas podem bater à porta de nosso coração (1Co 10:13 ; 2 Pe 2:9) mas através dessa virtude o crente avalia e reconhece que a vontade de Deus é mais importante e assim ele é vitorioso. (Mt 10:37-39). É o domínio próprio que nos aperfeiçoa em santidade, por isso precisamos cultivá-lo (1 Co 6:12; 1 Co 9:25) É o amor disciplinar de Deus. O domínio próprio envolve todas as áreas de nossa vida: os pensamentos, palavras e atos.

Conclusão: A Bíblia fala de diferentes níveis de frutificação: fruto (Jo 15:2a); mais fruto (Jo 15:2b); muito fruto (Jo 15:5-8e o fruto permanente (Jo 15:16) Todos nós que já possuímos uma aliança com Deus fomos designados para darmos o fruto do Espírito Santo afim de que sejamos espirituais e não mais carnais. O caminho para a frutificação é ser sensível à voz do Espírito Santo em nosso interior. É Ele quem nos impulsiona a buscar a plena vontade de Deus para nossa sua vida. (Rm 12:1,2; 2 Co 7:1) Por sua vez a busca pela vontade de Deus envolverá o exercício de nossa fé (fidelidade) e esta opera a maturidade. (Hb 5:14)

Uma pessoa madura na fé experimenta o melhor de Deus, as coisas excelentes. Em Ef 5:9,10 lemos: “Porque o fruto do Espírito está em toda a bondade, e justiça e verdade; aprovando o que é agradável ao Senhor. Vejamos a oração de Paulo pelos filipenses: “E peço isto: que o vosso amor cresça mais e mais em ciência e em todo o conhecimento, Para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros, e sem escândalo algum até ao dia de Cristo; Cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.” (Fp 1:9-11Este é o plano de Deus para a restauração do homem a fim de que este venha a cumprir o propósito para o qual foi criado: glorificar a Cristo.

“Por esta razão, pois, te admoesto que reavives o dom de Deus que há em ti pela imposição das minhas mãos.” (2 Timóteo 1.6)

BAIXE E-BOOK:  MANUAL DO DISCIPULADO GRÁTIS

Veja abaixo a série de Estudos Discipulado:

 

44 respostas
  1. Antonio Olimpio Adriano
    Antonio Olimpio Adriano says:

    Este site e muito importante para nos como pregadores da palavra se nos precisamos de mensagens curtas e objetiva para os culto da quarta vitoria e de domingo da família.

    Responder
    • Mara Luzia Leme Marcondes
      Mara Luzia Leme Marcondes says:

      Na nossa adoração em família.
      Nessa segunda-feira 25/01/2016.
      Tivemos uma atividade, escrevemos os nove frutos do Espírito num papel e sorteamos cada um pegou um papelzinho com o nome de um fruto, meu esposo pegou alto domínio, meu filho mais velho pegou alegria, meu filho mais novo pegou AMOR,e eu peguei Fé.
      Vamos traticar a semana toda o fruto que pegamos depois nois iremos conversar qual foi o desafio, e qual foi o privilegio de colocar em pratica essas qualidades do Espírito Santo de Jeová.

      Responder
      • samir
        samir says:

        O site pode até ser simples, mas a palavra de Deus quando anúnciada seja através da pregação, leitura bíblica, jornais, panfletos e revistas ou até mesmo em um “simples site ” o efeito é o mesmo, o que importa neste caso, não são os meios mas sim fim, desde que o ensino esteje de acordo com a palavra isto é o que importa.

        Responder
  2. Vanessa Caroline
    Vanessa Caroline says:

    Primeiramente agradeço a Deus por essa palavra grandiosa! Me sito muito bem alimentada! Que Deus abençoe grandemente ao autor e que continue usando a sua vida para abençoar muitas outras. Abraço!

    Responder
  3. Manoel Messias O. e Silva
    Manoel Messias O. e Silva says:

    Prezados,
    Continuem a propagar a semente da Boa e inerrante Palavra do Senhor…
    Deus confirme vossos passos de amor e dedicação.
    Messias

    Responder
    • Equipe Semeador
      Equipe Semeador says:

      Olá Michelly Graça e Paz.
      Paulo especificou o fruto do Espírito em Gálatas 5.22 e Jesus disse: “Pelos frutos conhecereis. Depois leia Mateus 7.15-20.

      Responder
  4. Geraldo Rosa de Jesus
    Geraldo Rosa de Jesus says:

    Graça e Paz!
    Fiquei muito honrado de experimentar esse esboço, que Deus continua abençoado tal pessoa. agradecido pela sua vida e Deus seja glorificado.

    Responder
  5. Nélio Rufino
    Nélio Rufino says:

    A paz do Senhor Jesus Cristo. Estou muito grato pelo ensino sobre o fruto do Espírito Santo, é muito importante pois estou buscando constantemente.

    Responder
  6. Lucas Emmanuel
    Lucas Emmanuel says:

    A paz J. Estava preparando um estudo sobre os frutos do Espírito Santo e me deparei com seu site. Conteúdo muito bíblico e com uma clareza surpreendente! Deus lhe abençoe velho amigo! Rs

    Att, Lucas da Congr. Nova Jerusalém! 🙂

    Responder
  7. Andre Luiz Petrolio
    Andre Luiz Petrolio says:

    Esta palavra é muito reveladora aos nossos corações, porem precisamos
    sim, como recebemos de graça a salvação não negligencia-la, pois
    precisamos andar no caminho santo(Isaias 35 cap 8) e com o Espirito
    Santo, para colher seus frutos e incorporar eles em nosso caráter
    de cristão pois os frutos do Espirito Santo são na verdade as vestes
    Espirituais a qual todo crente deve tê-las pois todos iremos participar
    das bodas de Nosso Senhor Jesus(cordeiro) e conforme Efésios 5.9:10

    Os frutos são as vestes de puro linho branco que são as justiças dos
    santos que são aceitas por Deus(Pai) as únicas pois nossas justiças
    são trapos imundos, pois não devemos nos enganar e nem sermos néscios
    como as 5 virgens insensatas, pois se você caminhar no caminho estreito
    e não se preparar(adquirir os frutos do Espirito em seu caráter ,
    quando adentrar a festa sem suas vestes o que acontecera…, portanto
    não sejais insensatos achando que não devemos estar prontos.

    Só declarar que você aceita Jesus já estamos com a salvação nas mãos , mas
    enquanto não batermos com o portão eterno, não podemos negligenciar
    o que por Cristo nos foi entregues a SALVAÇÃO.
    a todos paz seja no Senhor, amem.

    Responder
  8. pastor Raimundo
    pastor Raimundo says:

    A paz de Cristo. Os 14 conteúdos sao muito proveitosos. O povo de Deus sem o conhecimento da Palavra é morto. Deus abençoe o autor. Vamos incentivar a meditação da Palavra de Deus e espalhar o evangelho por toda parte, em todo tempo, de todas as formas. A bênção sobre vcs q tiraram algum tempo pra falar do Evangelho.

    Responder
  9. Miguel
    Miguel says:

    Parabens, por esta sempre levando aos amados, ao conhecimento pleno das vertudes de Deus nosso pai, O pai de Jesus cristo que no seu infinito amor
    nos selou para á sua vinda,E que em cada vida, esteja sempre cheia dos frutos, do espirito santo,que leva-nus á cada dia á despertar, no amor e na ama-bilidade de servos sabendo que Deus o pai de nosso eterno salvador Jesus cristo, e quem sera Glorificado!

    Por mais a dizer-me quero Agradecer-me por vosso serviço no Deus Eterno!

    Responder
  10. Regina Celi de Santana.
    Regina Celi de Santana. says:

    Prezado, Semeador!

    Bom dia!

    Me encantou a maneira simples de nos falar sobre o Fruto do Espírito!

    Podemos levar a Palavra de Deus, de forma efetiva, sem sermos cansativos e de maneira que sejamos entendidos; encontrei isto, na explanação feita aqui.

    Obrigada por seu tempo que nos faz crescer no conhecimento e na renovação de nossas mentes!

    Seu blog, certamente, me auxiliará, em minhss dúvidas.

    Obrigada e um sbraço amigo.

    Regina.

    Responder
    • Joel Barros/Equipe Semeador
      Joel Barros/Equipe Semeador says:

      Olá querida Layane. O nosso estudo foi baseado em Gálatas 5.22 que no original grego consta apenas 9 ítens. Já na versão católica Vulgata Latina (a versão mais citada entre os católicos) são listados 12. Os excedente são estes: modéstia, continência e castidade. Sobre esse excedente há muitasdúvidas entre os próprios católicos. Então procuramos fazer um estudo baseados apenas na verdade e não em conjecturas humanas com tendências eclesiásticas. E então, estamos errados citando apenas a verdade dos originais gregos?

      Responder
  11. Rebeca
    Rebeca says:

    Muito obrigada!
    Gostei muito da explicação, ajude-me a esclarecer algumas dúvidas que estava tendo com relação a esse tema. Que Deus continui abençoando-lhe e dando sabedoria.

    Responder
  12. Maria Conceição do nascimento Evangelista
    Maria Conceição do nascimento Evangelista says:

    Obrigada a Adeus por mostrar este saite a que encontrarei resposta para as minhas dúvidas muito bom e riquíssimo na palavra do senhor um bom alimento para nossa alma. Deus abençoe a nós todos..

    Responder
  13. Ada
    Ada says:

    Aprender sobre Deus é necessário e poder partilhar, ler e compartilhar de diferentes reflexões sobre o que nosso Pai nos revela através da Bíblia é para poucas nações, por isso é um privilégio.
    Que Deus honre o (s) autor(es).

    Responder
  14. Pedro Marcondes
    Pedro Marcondes says:

    Parabéns pelo belo trabalho.Simples,claro e objetivo. Quantas vezes ministrados sobre o fruto DO Espírito e parece que as pessoas não entendem. É um belo subsídio. DEUS ABENÇOE BCS.

    Responder
    • edileusa
      edileusa says:

      estou no meu primeiro dia de lecionar na escola dominical e graça Deus que me orientou e encontrei esse site com pares do conteudo que preciso Deus abençoe sua vida

      Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.