Deus Não Se Cansa De Você

No livro de Salmos, a Bíblia nos fala sobre esperar com paciência no Senhor, (Sl 40:1-3). Davi falou no Salmo 40 guiado pelo Espirito de Deus pois ele foi um rei que aprendeu a esperar e por isso ele declara no verso 3 “Bem-aventurado o homem que faz do Senhor a sua confiança; Todo cristão ao ler esses versículos é edificado na sua vida espiritual, renovando sua perseverança, pois todos precisamos de uma renovação diária, como na oração que Jesus ensinou aos seus discípulos dizendo “O pão nosso de cada dia nos daí hoje (Mateus 6:11)” Jesus menciona pedir hoje, para que amanhã, possamos orar novamente, pois a oração é uma necessidade diária, certa vez, um grade homem de Deus disse. “A oração é a respiração da alma” de certo que na caminhada cristã todos nós precisamos ser renovados em perseverança e paciência, (Hb 10:36) para que não desistamos de esperar pois quem espera no Senhor sempre será ouvido por Ele.

dessanimo
Alguém Pode se Cansar de Deus?

O escritor aos Hebreus fala sobre pessoas que abandonaram a congregação, (Hb 10:25). Em 2 Tm 4:10; o Apóstolo Paulo relata que Demas, um dos seus cooperadores o abandonou por amor ao mundo, veja Ed 8:22, Pv 2:13, e Sf 1:6, todos esses versículos falam de pessoas que caminhavam com Deus, que trabalhavam, se esforçavam na obra de Deus, mais que um dia deixaram o Senhor, o abandonaram, se cansaram de Deus, do seu reino e de esperar por ele.

deus não se cansa

Deus pode se Cansar de Alguém?

No livro do profeta Isaías As escrituras nos revela que o Senhor não se cansa nem se fadiga, Is 40:28; na caminhada com Deus, e na espera pelo cumprimento das suas promessas, alguém pode até se cansar, pode o abandonar, esquecer Dele e desviar dos seus caminhos, mais pela interseção de Jesus, Deus não se cansa de esperar por ninguém, embora esteja longe dos caminhos do Senhor Ele sempre o buscará, e enquanto essa pessoa estiver viva, pois depois da morte não há salvação, (Hb 9:27). Jesus não se fadiga de esperar por ela, como no caso da parábola do filho prodigo o pai ficou ali, esperando com muito amor, e guando aquele que estava longe voltou para casa, o pai saio correndo a encontra-lo, e cheio de alegria o abraçou e o beijou pois nunca se cansou e nem se fadigou de esperar por aquele de tinha o abandonado.

Deus não se cansa de você, Ele não se fadiga de trabalhar por você, Jesus disse “meu pai trabalha até agora e eu também trabalho. ( Jo 5:17)” Não se canse nem desista, continue, seja perseverante em esperar pois os que esperam no Senhor renovarão as suas forças; subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; andarão, e não se fatigarão, Isaías 40:31

verdadeira prosperidade

Verdadeira Prosperidade

Quais são as evidencias de uma pessoa próspera? O que é prosperidade? Podemos afirmar que alguém é próspero baseando-nos em quantos bens ela possui, ou no quanto ele aparenta ser feliz? Precisamos compreender segundo a palavra de Deus, a verdadeira prosperidade, aquela que não se baseia em coisas que se veem, mas nas que não se veem, porque as que se veem são passageiras, mas as que não se vêem são eternas (2 Cor 4.18). Como assim! Verdadeira? Por acaso há uma falsa prosperidade? Usando nosso raciocínio lógico entendemos que quando se fala “verdadeira prosperidade”, certamente existe também sua oposição: uma “falsa prosperidade”. Vejamos a seguir o que a Bíblia nos ensina sobre ambas.

falsa prosperidade

 A prosperidade segundo o mundo

Ao contrário do que a Bíblia relata em 2 Co 4:18 “não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas”, o modelo de prosperidade pregada atualmente baseia-se apenas nas coisas que são visíveis aos olhos, ou seja, os bens materiais tornaram-se o único objeto de desejo de alguém que almeja prosperar. E, devido um grande número de mensagens baseadas na prosperidade financeira, muitos cristãos julgam a vida piedosa de alguém pelos bens que ela possui, aprendem que se alguém está bem financeiramente depois de ter crido em Jesus, essa pessoa é abençoado por Deus, limitando assim as bênçãos e o próprio cristianismo a um modelo de vida, onde o que resume o quão bem você está com Deus é simplesmente ter ou não ter.

Assim, se você têm é abençoado, é homem ou mulher de fé, se não têm não é abençoado, e está debaixo de opressão do diabo, essa doutrina ficou conhecida como teologia da prosperidade. Porém, a palavra de Deus nos ensina que esta é uma falsa prosperidade, e baseia-se na aparência das riquezas, em Lucas 12;15 Jesus disse: “Acautelai-vos e guardai-vos da avareza, porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui”.

A prosperidade segundo a Bíblia

A palavra de Deus nos afirma que financeiramente o ímpio também prospera, o Sl 37.7 diz: “não vos preocupeis com o homem que prospera em seu caminho, pois em breve os ímpios serão cortados”. A Bíblia fala que Deus fez o rico e fez também o pobre” e certamente ambos são amados por Ele, mas em Mateus 19:24 ele afirma: “E ainda vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus”. Jesus, ao contrário do que muitos pensam não odeia os ricos, ele repudia a avareza, o amor aos bens materiais e ao dinheiro pois, em 1Timóteo 6:10a diz: “Porque o amor do dinheiro é raiz de todos os males”.

Em obediência ao que Jesus falou sobre os perigos da avareza, é que devemos ter cautela e permanecer na sã doutrina, pois é fato que hoje muitas igrejas tem pregado um enriquecimento pela fé, colocado um fardo sobre seus fiéis. As quais distorce os textos bíblicos formando falsas lógicas como: Deus é o Deus do ouro e da prata; como se Deus tivesse nos prometido ouro e prata, induzindo-os a colocar cada vez mais fé nisso, porém na maioria das vezes os anos passam e nada acontece, muitos se desviam pela frustração, uma vez que Paulo já havia alertado em 1Timóteo 6:10 (Porque o amor ao dinheiro é raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé e a si mesmos se atormentaram com muitas dores). O salmista nos revela um sentimento igual a este no Salmo 73:2-3: “Quanto a mim, os meus pés quase que se desviaram; pouco faltou para que escorregassem os meus passos, pois eu tinha inveja dos soberbos, ao ver a prosperidade dos ímpios”. (Ver Pr 1.32)

A verdadeira prosperidade é como uma “tangerina”!

Vamos exemplificar a verdadeira prosperidade de forma bem simples. Vejamos uma tangerina ou mexerica, ela possui vários gomos e é na união de todos eles que é formada a fruta, ou seja na falta de um desses gomos esta fruta não estaria completa. Da mesma forma é a verdadeira prosperidade, imagine que a vida financeira seja apenas um desses elementos e o casamento, filhos, paz, alegria, amor, fé, humildade, mansidão, domínio próprio, amigos, a obra de Deus, oração, vida com Deus e etc., todos esses elementos juntos formam a prosperidade, como no caso da tangerina, pois alguém pode ser rico e não ter os frutos do Espirito Santo, ou possuir um lar dividido, filhos entregues a si mesmos. O desejo de Deus é nos enriquecer em tudo, em 2 coríntios 9;10 o Apostolo Paulo fala sobre o Deus que prospera em tudo com o fim de ser glorificado, verso 10: “Para que em tudo enriqueçais para toda a beneficência, a qual faz que por nós se deem graças a Deus”.

Jesus disse em Lucas 12;15 que a vida de qualquer um não se baseia na abundancia de seus bens, portanto não vos preocupeis, não andeis ansiosos com que vestir ou comer, mas busque em primeiro lugar o reino de Deus e sua justiça e as outras coisas serão acrescentadas, pois os ímpios é que procuram estas coisas, o Apóstolo Paulo declara em 1Timóteo 6:8-10 (que tendo o que comer e o que vestir nisto estejas contente). O (Sl 127:2) fala que o Senhor dá aos seus enquanto dormem, todos essas referências nos fala de uma despreocupação com os cuidados desta vida.

Alguém pode ser rico e não colocar a esperança na sua riqueza?

Claro que sim, Todos os textos acima nos alerta a não colocarmos nossa esperança e o nosso coração nas riquezas deste mundo, pois onde está o teu tesouro ali estará o teu coração (Mt 6:19-21).

No entanto a Bíblia não condena alguém por ter riquezas, mas sim aquele que  coloca a esperança e o amor nelas, Paulo escreve a Timóteo que mande aos ricos deste século que não ponha a esperança na riqueza, o problema não está no dinheiro ou na riqueza mais no amor a eles, quando alguém faz desses o seu “senhor”, o seu provedor, o seu modo de resolver tudo, aí sim está alguém exposto em Tiago1;9-11 “Mas o irmão de condição humilde glorie-se na sua dignidade, e o rico na sua insignificância; porque ele passará como a flor da erva, pois o sol se levanta em seu ardor e faz secar a erva; a sua flor cai e a beleza do seu aspecto perece; assim murchará também o rico em seus caminhos”.

verdadeira prosperidade

Portanto, que Deus nos prospere em tudo e não sejamos enganados pela aparência das riquezas e sejamos achados ricos financeiramente, porém mornos, pobres e nus como a igreja de Laodicéia, (Ap3;17) porquanto dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um coitado, e miserável, e pobre, e cego, e nu.

E possamos ter uma fé inabalável para com o DEUS vivo e declaremos como Paulo em Filipenses 4;12: “Sei passar falta, e sei também ter abundância; em toda maneira e em todas as coisas estou experimentado, tanto em ter fartura, como em passar fome; tanto em ter abundância, como em padecer necessidade, tudo posso naquele que me fortalece”.

E cantarmos em verdade como o cântico de Habacuque 3;17-18 “Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto nas vides; ainda que falhe o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que o rebanho seja exterminado da malhada e nos currais não haja gado, todavia eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação”.

Que Deus nos prospere em tudo 3 João 1:2 (Amado, acima de tudo, faço votos por tua prosperidade e saúde, assim como é próspera a tua alma, e vivamos neste mundo como não sendo dele, tendo tudo e como não tendo nada. Ver Salmo 4:7,8

Deus Abençoe a todos!

estudo bíblico para obreiro

Estudo Bíblico Para Obreiro

O Estudo para Obreiros está dividido em seis tópicos; O Poder da Santificação, O Poder da Fé, O Obreiro e seu Significado, O Obreiro e suas Funções, O Chamado e As Características do Obreiro Aprovado

O Poder da Santificação

Deus nosso Pai é Santo, e todos os que se achegam a Ele devem se santificar em semelhança a Ele. A sua semelhança. Rf Gn 1:26,27, Ef 5:1 e Lv 11:44 Porque EU SOU o Senhor vosso Deus; portanto santificai-vos, e sede santos, porque eu sou santo. Todos nós queremos os sinais, os milagres as curas e libertações, queremos ser usados e ver o poder de Deus manifestar-se em nossas vidas, pois queremos cooperar na obra de Deus, mas não esqueça, que é necessário fazer a coisa certa da maneira certa. Em Atos 8:14-23 Deus manifesta seu poder através da imposição de mãos dos Apóstolos, então um certo Simão vendo o poder de Deus na vida dos Apóstolos, logo quis o mesmo poder pra sua vida, então ele ofereceu dinheiro aos Apóstolos para que ele também recebesse o poder do Espirito santo, versículos 18,19,  porém, Pedro em resposta afirmou que ele não teve parte no ministério porque seu coração não era reto diante de Deus, versículos 20,21 e logo em seguida o apóstolo Pedro ordenou que Simão se arrepende-se dos seus pecados, ficando claro que o arrependimento é o primeiro passo no processo de santificação, Ver também, Provérbios 28:13,1 Jo 1:9, 1 Co 6:11, At 3:19, Tg 4:8-10.

estudo biblico para obreiro

 

A palavra Santo significa separado para Deus, ou seja, separado do pecado, vejamos alguns exemplos de pecados que a Bíblia nos revela que são abominação ao Senhor.

Em Gálatas 5:19-21 diz:” Ora, as obras da carne são manifestas, as quais são: a prostituição, a impureza, a lascívia, a idolatria, a feitiçaria, as inimizades, as contendas, os ciúmes, as iras, as facções, as dissensões, os partidos, as invejas, as bebedices, as orgias, e coisas semelhantes a estas”.

A Mentira:  Jesus disse que ele é a verdade e também em 1João 2:21 nos diz que nenhuma mentira vem da verdade. e em  Apocalipse 21;8,27 a Bíblia nos revela que toda mentira será exterminada.

Maledicência: Tiago 4:11 Irmãos, não faleis mal uns dos outros. (ver também Ef 4:30).

Desobediência. Romanos 13:1-2 Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; por isso quem resiste à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos a condenação. (ver Ef 2:2)

Santo é aquele que nasceu de novo (Jo 3: 3-6),tornando-se um novo homem(Ef 4:22-32) e que são por natureza participantes da vocação celestial(Hb 3:1).

A santificação, é exigida por Deus ao longo de toda a Bíblia. Vejamos!

No velho testamento. Ex 19:10,11,14,15 DEUS ordenou a Moisés que santificasse o povo para que Ele descesse no monte Sinai, e em Nm 11:17,18, Josué 7:13, em 1 Samuel 16:5, e em Joel 2:15-19.

No novo Testamento: Efésios 4:24 diz: “e vos revistais do novo homem, que, segundo Deus, é criado em verdadeira justiça e santidade”; em Hb 12:14 fala:Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.  1 Pedro 1:16 Porquanto escrito está: Sede santos, porque eu sou santo. (ver 1 Ts 3:13 e Lc 1:74,75)

O diabo não teme título como: pastor, obreiro, teólogo, doutor, etc. Ele teme ao que anda em santidade, ele não respeita diplomas nem a aparência do homem, nem beleza, ou quem fala com eloquência, ele respeita quem é santo. Quem não anda em santidade pode ser envergonhado pelo inimigo, em Atos 19:13-17 há o exemplo dos sete filhos de Ceva o judeu, foram envergonhados. Em Efésios 6:12 diz porque não temos que lutar contra carne e sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Este texto fala dos nossos adversários, do inimigo das nossas almas, descrito em 1 Pedro 5:8. Nós só teremos vitória através da santidade e submissão à vontade de Deus (Tiago 4:7Js 7:13 diz: Levanta-te, santifica o povo e dize: Santificai-vos para amanhã, porque assim diz o SENHOR, o Deus de Israel: Anátema há no meio de vós, Israel; diante dos vossos inimigos não podereis suster-vos, até que tireis o anátema do meio de vós.

De acordo com o texto acima, percebemos que para vencermos os nossos inimigos devemos nos separar do pecado e não concordar com ele, (ver Rm 1:32).Quando você for ministrar em uma pessoa, você pode passar ou receber algo, ou seja, se você não tem a luz (Cristo) que vem da santidade, você vai passar as trevas que provem do pecado ou receber as trevas dessa pessoa, (ver Rm 1:11).A santidade atrai o poder de Deus, mas o pecado atrai a maldição, pois quem é santo só teme a Deus e tem toda confiança nele (Mt 10:28), quem teme a Deus só se ocupa com o que é santo (Fp 4:8,9). Pois:

  • Em Isaías 8:13  diz: Ao SENHOR dos Exércitos, a Ele santificai; e seja ele o vosso temor, e seja Ele o vosso assombro.
  • Em 2 Corintios 6:17  Pelo que saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei;

O Poder Da Fé

Mc 16:17,18  “E estes sinais seguirão aos que creem”

Todo obreiro, precisa compreender e usar o poder da fé, da fé que Deus já lhe deu, você pode pensar que Deus deu uma fé maior aos apóstolos ou a outro homem de Deus que você já ouviu falar, e que pra você ou pra nós dessa geração não foi dado uma fé como a dos apóstolos. Você está enganado, em Rm 12:3 a Bíblia diz que Deus, repartiu uma medida de fé com cada um de nós, em Judas 1:3 nos fala da fé que de uma vez por todas foi dada aos santos, então toda fé que qualquer crente precisa Deus já deu, ou seja, a mesma fé que Ele deu aos apóstolos ele também nos deu. Nós só precisamos pegar essa verdade e pôr em prática. Jesus quando enviou os discípulos ele disse: e esses sinais seguirão aos que creem.

Em Jo 11:40 Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus. Fica claro que a nossa fé é responsável em gerar o milagre, a fé vem pelo ouvir a Palavra de Cristo (Rm 10:17, e Deus espera que você leve  a palavra dele a sério (Hb 11:6 e Tg 1:22). Então Jesus disse que no nome dele você expulsaria os demônios, de certo que se você estiver em santidade e crê, isso vai acontecer, obreiro você precisa crer pois, tudo que você precisa para expulsar demônios, curar os enfermos ou qualquer outro milagre Jesus já conquistou na cruz, ele já nos deu todo poder que precisamos. (ver Lc 10:19, Mc 6:7,12,13).

Certa vez em Mc 9:17-19 os discípulos de Jesus não puderam expulsar o demônio de um menino, segundo Jesus o motivo foi a incredulidade, em Mt 17:20 Jesus disse: “por causa da vossa pouca fé”, então o que você precisa é crer e não duvidar (Mt 21:21 e Mc 11:23).  Mc 9:23 E Jesus disse-lhes: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê. Note que Jesus disse tudo é possível ao que crer, ele não disse ao apóstolo, mas ao que crer, pois Deus não faz acepção de pessoas (At 10:34 Rm 2:11), ou seja, se você também crer tudo será possível a você, use o poder de sua fé. Lembre-se Estevão, foi escolhido como diácono porque era homem de fé, Deus escolhe homens de fé.  At 6:5 afirma: E este parecer contentou a toda a multidão, e elegeram Estêvão, homem cheio de fé e do Espírito Santo.

Significado, Funções e Características do Bom Obreiro

Obreiro, qual o seu significado?

Em Mt 9:36 Jesus se comove com a condição e necessidade do homem, e em Lc 6:12,13 diante de tal necessidade Jesus sobe ao monte e passa a noite orando ao Senhor da seara, é fácil imaginar Jesus orando ao Pai naquela noite se derramando em lágrimas pelas cidades, povoados, pelas famílias, pelos doentes, endemoniados, e por todos os povos em toda parte tal é a condição miserável do homem no pecado logo todos estão condenados ao inferno. Por essa razão Ele orava pedindo ao Pai que mande os Obreiros, e ao voltar no dia seguinte, escolheu doze e empenhou-se intensivamente por três anos para formá-los capacitá-los e depois enviá-los como Obreiros.

Obreiro é aquele que trabalhar ou exerce uma função na casa do Senhor, segundo aquilo que lhe é entregue por ordenança para obra em Cisto Jesus, desde Obreiros consagrados, àqueles que são chamados para fazer a obra na casa do Senhor Jesus Cristo, tantos quantos Diáconos, Presbíteros, Evangelistas, pastores, Mestres, e qualquer que tiver um ministério na casa do Senhor. Foram chamados para trabalhar na casa de seu DEUS e Senhor Jesus Cristo, com dedicação e ordem, para ser louvável seu esforço e glorificado o nome do Senhor pela obra de suas mãos, e te fazendo assim honrado perante a face do Senhor, usando sempre de amor para com a obra naquela que te amou primeiro, (“Amarás o Senhor teu DEUS de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento este é o grande e primeiro mandamento. O segundo, semelhante a este, é: amarás o teu próximo como a ti mesmo”Mt 22:37-39). (“Novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros. Jo 13: 34).

Lembrando que tanto os que ensinam quantos os que aprendem, são servos e filhos de DEUS e herdeiros de suas promessas, logo somos todos iguais perante Aquele que nos criou, a saber, o Senhor Jesus; como diz em Rm 12:4,5,9, a 21. Se todo obreiro é o que realiza uma obra, podemos dizer com isso, que a nossa vida e nossos atos, gestos e pensamentos, são frutos de nossas obras; por isso devemos lembrar que não só na igreja, nossas obras devem ser boas, visto que: “O Senhor tem olhos como chama de fogo e que tudo vê”.

O que aumenta a importância desta palavra é o fato de que o Senhor retribui ao homem segundo a sua obra (ver Jó 34:11); entendemos com isso que dos homens podemos esconder nossas obras, porém não do Senhor nosso DEUS, que tudo vê, e há de retribuir com justiça. 1 Co 3:12-15,

Obreiro qual sua função?

Em Atos 6:1-7 a Bíblia diz que os discípulos eram uma grande multidão e que crescia ainda mais o número deles, e por esta razão os Apóstolos não davam conta de servir e ensinar ao mesmo tempo, por isso ouve necedade de escolher alguém para servir, trabalhar, auxiliar nesses ministérios.

De certo que tanto em Lc 10:2 como em Atos 6:2 a função do obreiro é trabalhar, servir auxiliar na obra de Deus, é como no caso de uma grade seara ou plantação que uma só pessoa não dará conta de fazer todo trabalho sozinha, preparar o solo, plantar e colher, ele precisa de cooperadores, e a função desses cooperadores é também preparar o solo, plantar, cuidar e colher, ou seja, trabalhar servir, da mesma forma que em Atos 6:4 os Apóstolos tinham que se dedicar a oração e ao ensino e pregação da palavra, da mesma forma são os pastores hoje, e assim como os Apóstolos precisaram de obreiros para ajudarem no serviço, para que eles tivessem tempo para orar, pregar e ensinar, também os pastores precisam de obreiros para lhe auxiliarem na obra de Deus, obreiros prontos para servir, visitar, limpar a igreja, ministrar oração, servir o povo, os irmãos e etc. Jesus disse; (Marcos 10:44 E qualquer que, dentre vós, quiser ser o primeiro será servo de todos. 45 Porque o Filho do Homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos).

Pastores e Obreiros

Pastores: Estes são os que têm a obrigação de apascentar as ovelhas, ou seja, o povo de DEUS. O Pastor é também o mestre da igreja, aquele que tem a função de conduzir aos fiéis o caminho que leva ao Senhor (ver Ef 4:11).

Obreiros ou Diáconos, como a Bíblia os chama; Estes são os que foram escolhidos pela Igreja, para servirem o ministério, auxiliando os pastores na serviço do ministério, o obreiro recebe a consagração da igreja e devem ser experimentados antes de serem introduzidos definitivamente ao cargo com consagração ver Atos 6:1-7, 1 Tm 3:8,10,13. no verso diz;  10. E também estes sejam primeiro provados), depois sirvam, se forem irrepreensíveis. No verso 13 Fala que os que servem bem ganharão posição e confiança na fé, 1Tm 3:13 Porque os que servirem bem como diáconos adquirirão para si uma boa posição e muita confiança na fé que há em Cristo Jesus.

De certo que pastor é aquele que foi escolhido por Jesus para apascentar o rebanho de Deus, em Atos 20:28 diz; Olhai, pois, por vós e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue, e em 1 Pedro 5:2 apascentai o rebanho de Deus que está entre vós, tendo cuidado dele, não por força, mas voluntariamente; nem por torpe ganância, mas de ânimo pronto).

Obreiro e aquele que auxilia o pastor a apascentar a igreja, portanto está sempre pronto e disposto ao serviço da igreja que foi confiada ao pastor.

Fica claro que o obreiro, deve estar pronto ou preparado para toda boa obra, a Bíblia diz que nós não somos salvos pelas boas obras Ef 2:8-10, mais no verso 10 ela diz que somos salvos para as boas obras que Deus de antemão preparou para andássemos nelas,

Ver  também; Cl 1:10 para que possais andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda boa obra e crescendo no conhecimento de Deus, 1Tm 5:10 tendo testemunho de boas obras, se criou os filhos, se exercitou hospitalidade, se lavou os pés aos santos, se socorreu os aflitos, se praticou toda boa obra, Ver; 2 Tm 2:19-21 pois de certo que há aqueles que não tem nem dão testemunhos de boas obras e esses são reprovados. Tito 1:15 Todas as coisas são puras para os puros, mas nada é puro para os contaminados e infiéis; antes, o seu entendimento e consciência estão contaminados 16. Confessam que conhecem a Deus, mas negam-no com as obras, sendo abomináveis, e desobedientes, e reprovados para toda boa obra, Mt 5:16 Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que está nos céus.

A Bíblia diz que Jesus morreu por todos para que os que vivem não vivam mais para si, mais para aquele que morreu e ressuscitou por eles, 2 Co 5:15, na verdade Deus espera de cada um de nós, que assumamos um compromisso no projeto de salvação que Deus preparou desde a fundação do mundo, pois Jesus deu sua vida por amor a humanidade, ele mesmo disse que não há amor maior que alguém dá a vida pelos seus amigos Jo 15:13, Deus deseja que você se esforce nesse projeto e dê muitos frutos, Jo 15:1 Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador. 2. Toda vara em mim que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto. 16. Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça

O bom obreiro dar muitos frutos,

mais o mau obreiro não dar frutos, por isso é chamado servo mal e infiel, Mt 25:14-30 e também em Mt 3:8 Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento, 9. E não presumais de vós mesmos, dizendo: Temos por pai a Abraão; porque eu vos digo que mesmo destas pedras Deus pode suscitar filhos a Abraão. 10 E também, agora, está posto o machado à raiz das árvores; toda árvore, pois, que não produz bom fruto é cortada e lançada no fogo.

O Chamado 

EM 1º LUGAR

Há uma Chamada por parte do Senhor Jesus Cristo.

DEUS tem um chamado e um propósito com todo o povo da face da terra, porém é dado a este povo livre arbítrio para aceitar e receber este chamado.Jo 15:16 O Senhor tem nos escolhido, e nós nos entregamos a Ele, e guando nus rendemos ao Senhor, damos o primeiro passo que é recebe-lo e aceitar o seu chamado.2 Tm 1:9.

EM 2º LUGAR

Há uma eleição em Cristo.Rm 8:30

Todo aquele que está em Cristo tem uma função, uns para ministério e outros para banco; os de ministério específico como Diáconos, Presbíteros, Evangelistas, Obreiros, Pastores enfim com seu ministério; os do banco não menos importantes, uns para intercessão, outros para oração, outros para testemunho e assim por diante segundo a obra de DEUS. Assim após aceitar o chamado, é escolhido segundo a obra do Senhor, ou seja, eleito para o ministério, Cl 3:12. 2 Ts 2:13,14

EM 3º LUGAR

Há revelação da eleição.

Ao anjo de sua igreja, haverá por parte do Senhor uma revelação do seu ministério, seja por profecia, por visão, por sonho, de acordo com a vontade do Senhor, contudo seja qual a forma que é dada a revelada ao anjo da igreja, o pastor, esta revelação posta em prática levanta e começa a preparar o obreiro. (ver Rm 16:25).

EM 4º LUGAR

Há preparação realizada por Jesus e pela igreja.

A Palavra do Evangelho de Cristo Jesus nos ensina que o que ligardes na terra há de ser ligado no céu (ver Mt 16:19), com isso é feito uma preparação nesta terra para se ligardes e confirmardes com a preparação dada pelo Espírito Santo de DEUS, que habita sobre estas vidas, sendo então ligadas no céu.

EM 5º LUGAR

Há uma consagração por Jesus e pela igreja.

Depois disto o obreiro aprovado pela confirmação citada acima, ele é consagrado por Jesus (que previamente o escolheu e o capacitou), e pela igreja que o recebe o confirma no ministério. At 1:23-26, At 15:22

Qualificações para o Chamado.

  1. Novo Nascimento-Jo 3:3, 2 Cor 2:14-16
  2. Revestimento e poder- Lc 24:47-49, Atos 1;8
  3. Sabedoria- Lc 2;52, Gl 6;1, Ef5;15
  4. Humildade- 1Cor 2;27-29, Tg 4;5-10
  5. Conhecimento Bíblico- Mt 22;29, Lc 24;45, Jo 5;39
  6. Coragem- Mg 3;8 Ef6;20, 2Tm 1;7
  7. Zelo- Mt 5;37

Características do Obreiro Aprovado

1. Obreiro Aprovado é Cheio da Palavra de Deus

Todo obreiro deve ser cheio e aprovado na palavra de Deus. Atos 2;22 fala de Jesus como varão aprovado pois ele é a própria palavra de Deus Jo 1;1, e assim como o que chamou é cheio da palavra o que foi chamado também deve ser cheio da palavra, 2Tm 2:15 Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade, Ver Colossenses 3;16 em Ef 6;17 fala que devemos tomar a espada do Espirito Santo que é a palavra de Deus, espada é uma arma de defesa e ataque, quando Jesus foi tentado por satanás e defendeu-se com a palavra, Mt 4:3 E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães. 4 Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus). O obreiro dever ser conhecedor da sã doutrina, par que possa perseverar e ensinar, At 2:42 E perseveravam na doutrina dos apóstolos, Rm 16;17, Ef 4;14, 1Tm 1:3,10, pois a Bíblia diz que nus últimos dias muitos iam se apartar da sã doutrina, 1Tm 4:1, mais o que permanece e ensina a boa doutrina é ministro aprovado 1Tm 4:6 Propondo estas coisas aos irmãos, serás bom ministro de Jesus Cristo, criado com as palavras da fé e da boa doutrina que tens seguido), Pois fazendo assim salvará a se mesmo e aos que o ouvem, 1Tm 4:14-16.

2. O Obreiro Aprovado é um missionário!

 1Ts 2:4 mas, como fomos aprovados de Deus para que o evangelho nos fosse confiado,Deus nos confiou o Evangelho de Jesus Cristo, ou seja, a pregação do Evangelho, 1Pe 1:12 Aos quais foi revelado que, não para si mesmos, mas para nós, eles ministravam estas coisas que, agora, vos foram anunciadas por aqueles que, pelo Espírito Santo enviado do céu, vos pregaram o evangelho, para as quais coisas os anjos desejam bem atentar).

Guando você foi alcançado pelo evangelho, cumpriu-se o plano de redenção em sua vida, ou seja, você foi salvo, agora você faz parte do reino de Deus como sacerdote 1Pe 2:9 Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que os chamou). Somos sacerdócio real para anunciar as grandezas de Deus (o Evangelho), pois o nosso sumo sacerdote nos ordenou e nos deu uma grade comissão Mc 16:15 E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura, Logo se faz necessário que o obreiro seja conhecedor das doutrinas bíblicas e seja cheio da palavra para que possa anunciar, pregar o evangelho para que dê frutos, para ganhar almas. (O sábio ganha almas Pv 11;30

3. O Obreiro Aprovado Não tem do que se envergonhar

Que não tem do que se envergonhar 2Tm 2;15 O obreiro aprovado não tem do que se, envergonhar, nem mesmo teria de que se orgulhar, pois está realizando não a sua própria obra, mais a obra do Senhor 1Corintios 9;16 Porque, se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim se não anunciar o evangelho!) E não tem motivo e nem deve se envergonhar ver Rm 1;16, ou seja o obreiro deve  estar sempre pronto para defender o evangelho. 1Pe 3:15 antes, santificai a Cristo, como Senhor, em vosso coração; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós, 16 tendo uma boa consciência, para que, naquilo em que falam mal de vós, como de malfeitores, fiquem confundidos os que blasfemam do vosso bom procedimento em Cristo, Filipenses 1:16 sabendo que fui posto para defesa do evangelho.

4. Da bom testemunho de vida

Atos 1;8 serreis minhas testemunhas, o que você faz, fala mais do que suas palavras, a sua vida, talvez é o único evangelho que as estão lendo), ou seja você está sempre sendo observado pelas pessoas, 2 Coríntios 3;2 Vós sois a nossa carta, escrita em nossos corações, conhecida e lida por todos os homens), nem um obreiro deve ser motivo de escândalo, ver Lc 17;1, Rm 16;17,18, 2Cor 6:3 Não damos motivo de escândalo a ninguém, em circunstância alguma, para que o nosso ministério não caia em descrédito.

  • Quando Casado;
    1. Ter um lar padrão- 1Tm 3;4,5
    2. Criar os filhos à luz da Bíblia- Ef 6;6
    3. Liderança e sujeição familiar- Ef 5;22-30
  • Quando Solteiro;
    1. Cuidar das coisas do Senhor– 1Cor 7;32
    2. Ser Exemplo dos Fiéis- 1Tm 4;12
    3. Fugir das Paixões (prostituição)- 2Tm2;22

5. Perseverança; (2 Tm 4;2 Prega a palavra a tempo e fora de tempo).

Um mal obreiro é inconstante Tiago 1;8, e por isso nunca termina o que começam, também devemos tomar cuidado com a sobrecarga de tarefas que atrapalham na realização de nossa missão, Ec 9:10 Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra, nem indústria, nem ciência, nem sabedoria alguma,

 6. O Obreiro Aprovado Não é Rebelde, Mais Obediente e submisso

Obediência significa; sujeitar-se á vontade de, cumprir ordens, deixar-se conduzir, é ceder a vontade de outro. O obreiro aprovado alegra-se em cumprir todas as ordens ou determinação vindas da direção do ministério, está sempre pronto a servir, não questiona não se opõe, não despreza a ordem, pois confia no seu Deus, e sabe que Ele é fiel, Jesus veio capacitar um corpo de obreiros para a obediência.

A Bíblia diz em Rm 1:5 Por meio dele e por causa do seu nome, recebemos graça e apostolado para chamar dentre todas as nações um povo para a obediência que vem pela fé). Jesus e seus ministros, os pastores se alegram com a obediência dos seus liderados; Rm 16:19 Todos têm ouvido falar da obediência de vocês, por isso estou muito alegre A obediência é um bom exemplo para todos os outros irmãos e pelo exemplo da obediência todos louvarão a Deus, e os ímpios se converterão a Cristo; 2Co 9:13 Por meio dessa prova de serviço ministerial, outros louvarão a Deus pela obediência que acompanha a confissão que vocês fazem do evangelho de Cristo e pela generosidade de vocês em compartilhar seus bens com eles e com todos os outros).

Pois nós fomos chamados para a obediência; 1Pe 1:2 escolhidos de acordo com a pré-ciência de Deus Pai, pela obra santificadora do Espírito, para a obediência a Jesus Cristo, Toda autoridade é constituída por Deus, Jo 19:10 e 11 “Você se nega a falar comigo? “, disse Pilatos. “Não sabe que eu tenho autoridade para libertá-lo e para crucificá-lo? ” 11 Jesus respondeu: “Não terias nenhuma autoridade sobre mim, se esta não te fosse dada de cima, Ver Rm 13:1-7 Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; e as que existem foram ordenadas por Deus.

Em Tt 3:1 Adverte-lhes que estejam sujeitos aos governadores e autoridades, que sejam obedientes, e estejam preparados para toda boa obra, Hb 13:17 Obedecei a vossos guias, sendo-lhes submissos; porque velam por vossas almas como quem há de prestar contas delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil). Pois Jesus ama a obedientes pois ele foi obediente; Filipenses 2:8 e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, tornando-se obediente até a morte). Por isso mesmo Deus jugará toda desobediência, pois ela é como um pecado de feitiçaria. 2Co 10:6 e estando prontos para vingar toda desobediência, quando for cumprida a vossa obediência). Efésios 5;5, colossenses 3;6,

7. O Obreiro Aprovado tem Vida de oração

Sabemos que Deus é o dono da seara e que nós somos os seus trabalhadores, servos, obreiros, e todo trabalhador deve ter uma boa comunicação com seu patrão da mesma forma o obreiro deve se comunicar com o seu Senhor, e fazemos isso em oração, e em oração que podemos conhecer a vontade do Senhor, o próprio Senhor Jesus nos deu exemplo; Mt 26:42 Retirando-se mais uma vez, orou, dizendo: Pai meu, se este cálice não pode passar sem que eu o beba, faça-se a tua vontade, Hb 10;7, Salmo 40;7,8, Salmo 143;10, em toda a Bíblia vemos ordens e exemplos de oração ver também; Efésios 6;18, 1 Pedro 4;7, Tiago 5;13-18, Lc 6;28, Lc 22;40, Rm 12;12, e em 1Ts 5:17 Orai sem cessar.

9. O Obreiro Aprovado é Hospitaleiro

A hospitalidade é uma marca do cristão pois muitos sem saber hospedaram a anjos, Rm 12:13 acudi aos santos nas suas necessidades, exercei a hospitalidade). Quando Paulo fala dos critérios para os presbíteros e diáconos ele fala do exercício da hospitalidade, 1Tm 5:10 aprovada com testemunho de boas obras, se criou filhos, se exercitou hospitalidade, se lavou os pés aos santos, se socorreu os atribulados, Hb 13:2 Não vos esqueçais da hospitalidade, porque por ela alguns, sem o saberem, hospedaram anjos).

9. O Obreiro Aprovado Jejua ( faz jejum )

Em Mateus 9;14,15 os fariseus acusam Jesus dizendo que seus discípulos não jejuavam, mais Jesus respondendo disse que viram dias em que jejuaram, é certo que acerca do jejum não a uma ordem direta como um mandamento tipo jejuai, mais fica claro no texto de… Mt 9;14,15  que Jesus espera que eu e você jejuemos, também vemos a importância da prática do jejum, Jesus disse que o jejum tem o poder de aumentar a fé até pra expulsar certas castas de demônios, Mateus 17;14-21,  e muitos dos profetas do novo testamento praticavam o jejum normalmente, At 13:1 Ora, na igreja em Antioquia havia profetas e mestres, a saber: Barnabé, Simeão, chamado Níger, Lúcio de Cirene, Manaém, colaço de Herodes o tetrarca, e Saulo. 2 Enquanto eles ministravam perante o Senhor e jejuavam, disse o Espírito Santo: Separai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado). Ora o texto diz que na igreja havia profetas e mestres ou pastores, e eles estavam jejuando, ver também em Lucas 2;26,27 a profetisa Ana filha de Fanuel.

10. O Obreiro Aprovado Faz tudo em amor.

A Bíblia diz que Deus é amor, e que aquele que não ama não conhece a Deus, 1João 4:8 porque Deus é amor). Na verdade nós só somos  salvos porque Deus nos amou primeiro quando ainda éramos pecadores, e segundo o amor dele ele nos fez seus filhos pela fé em Jesus e assim como ele nos amou ele deseja que também amemos a Ele, uns aos outros e a sua obra, 1João 4;7-21, a bíblia diz em Efésios 2;8-10 que somos salvos pela graça e não pelas obras, mais somos salvos para as boas obras que Deus preparou desde a fundação do mundo, e as obras de cada um serão jugadas por Jesus, e cada um receberá do Senhor conforme as suas obras, Ver; Pv 19;17,  Pv 24;12, Mt 16;27, Rm 2;6-8,

Nós não somos salvos pelas obras, mais somos salvos para as boas obras, e Deus que as preparou, deseja que façamos todas as obras com amor, 1Co 16:14 Todas as vossas obras sejam feitas em amor, Pois é certa que no julgamento das obras que é o tribunal de Cristo, aquele que tem os olhos como chama de fogo Ap 1;14, e jugará os segredos do coração dos homens, Rm 2;16, ou a intenção com que foi feita cada obra, porque as obras serão provadas pelo fogo, ou seja, pelos Olhos daquele que tudo ver, 1 Corintios 3;11-15, verso 14, e o fogo provará qual seja a obra de cada um). Veja outros 1 Cor 13;1-3, 1Ts 3:12, Ef 5:2 , Cl 2:2.

Baixe Este Estudo Para Obreiro Gratuitamente em PDF. Clicando no Botão Abaixo!

salvo-perdido

Quem será salvo ou perdido? Podemos saber?

salvo-perdidoHá muitas perguntas na Bíblia, entre elas esta: “Por acaso tenho algum desejo na morte do ímpio? diz o Senhor Deus. Por acaso não desejo antes que se converta dos seus caminhos, e viva?” (Ezequiel 18.23)

Jesus fez uma declaração semelhante em relação aos salvos: “E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia. Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.” (João 6.39-40)

Nos textos supracitados, principalmente o último, aprendemos pelo menos três coisas básicas:

1. Deus não deseja que ninguém vá para o inferno (se perca)
2. Só Jesus Cristo salva.
3. Haverá ressurreição.

Imagine se houvesse salvação em outra pessoa ou pessoas (santos ou quaisquer entidades)… Pergunta: Por que então não consta na Bíblia o nome de algum deles? É simples: Líderes religiosos atribuem poder a quem não tem e afastam o povo da leitura da Palavra de Deus! O objetivo deles é manter o povo continuamente no pecado da idolatria, mas Jesus é o autor da salvação e somente seu nome consta nas Escrituras! Então, por que não se adora somente a Cristo? Será que Deus aceita este desvio, ou um dia isso virá à tona?

Em Filipenses 2.6-11 lemos sobre Jesus: “Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz. Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.”

De fato, se folhearmos as Escrituras de Gênesis a Apocalipse descobriremos que só Jesus é o único Salvador. Ele mesmo declarou: “Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam; E não quereis vir a mim para terdes vida.” (João 5.39,40)

A Bíblia é a verdade eterna. Se alguém insiste em confiar em falsos ensinos (que apontam salvação em outros) descobrirá na eternidade que desperdiçou loucamente o seu tempo e assim estará perdido sem solução. Que pena! Uma vez na eternidade não há mais como crer em Cristo para a salvação. A salvação é somente enquanto estamos na terra, por isso a decisão para receber a Cristo tem que ser tomada enquanto estamos vivos fisicamente. (Leia Marcos 2.10)

O texto de João 6  também menciona a ressurreição. Todos nós ressuscitaremos um dia. Já que Deus é o nosso dono, e fomos criados para Sua glória, agora Ele nos notificará acerca de nosso estilo de vida na terra. O que fizemos com o nosso livre arbítrio? A quem demos glória na terra? Vivemos de acordo com as Escrituras ou segundo as tradições falsas ensinadas no mundo? É por isso que a Bíblia insiste conosco: “E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.”  (João 17.3)

Finalmente em Daniel 12:2 lemos o julgamento final: “E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno. Quem ressuscitará para a vida eterna? O que creram e viveram somente em Cristo. Não nos deixemos enganar. A Escritura declara que na terra só há um Deus digno de adoração: O Salvador Jesus Cristo. Veja mais uma vez: ”Para que se saiba desde o nascente do sol, e desde o poente, que fora de mim não há outro; eu sou o Senhor, e não há outro.” (Isaias 45.6)

longevidade

Por que não se vive mais tão longamente como antes do dilúvio?

longevidadeEm muitos países a expectativa de vida é bem curta. Em países desenvolvidos cientistas se esforçam para descobrir o segredo da longevidade. Será que alcançarão esta proeza ou está tudo no controle de Deus?

A Bíblia afirma que em tempos passados os antediluvianos viveram longos anos. Matusalém, por exemplo viveu 969 anos.  (Gênesis 5.27) Uau! Mas por que a expectativa de vida humana foi reduzida tão drasticamente após o dilúvio?

A verdade é que vida é um dom de Deus e deve ser vivida para Ele, agradando-lhe em tudo. Foi este o propósito para o qual fomos criados! Então à medida que o ser humano se afasta de Deus a sua expectativa de vida simplesmente diminui! Em provérbios 3.1,2 lemos: “Filho meu, não te esqueças da minha lei, e o teu coração guarde os meus mandamentos. Porque eles aumentarão os teus dias e te acrescentarão anos de vida e paz.”

freE por que muitos não compreendem esta verdade? Em 2 coríntios 4.3,4 está escrito assim: “Mas, se ainda o nosso evangelho está encoberto, para os que se perdem está encoberto. Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus.”

A Bíblia nos mostra que desde que o homem pecou no Éden, seus descendes morreram espiritualmente, mesmo assim Deus ainda concedeu um período de tempo para se arrependessem e voltassem para Ele. Mas a humanidade não tinha essa mentalidade (como muitos ainda não o tem!). Ao contrário, entendem que são donos de sua própria vida e vivem física e espiritualmente de forma extravagante consumindo a cada dia seus corpos, seus bens e assim abreviam sua existência sobre a terra. A Bíblia diz que Satanás é o deus deste mundo (2 coríntios 4.4) e dessa forma tem conduzido milhões ao inferno pelo prazer provisório do pecado.

O problema da longevidade

Apostolo Paulo, longevidade O homem perdido vive normalmente no pecado como se fosse aceito por Deus! E assim ele gasta tudo de forma errada, mas Deus sempre deixou testemunhas na terra para alertá-los sobre a necessidade de conversão. Em Atos 14.16,17 o apóstolo Paulo pregando uma mensagem de arrependimento chamou a atenção dos gregos sobre isto. “o qual nos tempos passados deixou andar todas as nações em seus próprios caminhos. Contudo, não se deixou a si mesmo sem testemunho, beneficiando-vos lá do céu, dando-vos chuvas e tempos frutíferos, enchendo de mantimento e de alegria os vossos corações.”

Abusando da bondade de Deus a sociedade antediluviana alcançou um nível intolerável de violência então Deus declarou: “Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele também é carne; porém os seus dias serão cento e vinte anos.” (Gênesis 6.3) A longevidade na época de Noé longevidade dos antediluvianos proporcionou o aumento da população mundial. Mas qual era a qualidade de vida deles? Embora vivessem em um ambiente incomparavelmente menos poluído que o nosso, a Bíblia nos dá uma chave muito esclarecedora. Em Eclesiastes 9.18b lemos: “um só pecador destrói muitos bens.” Imagine milhões de pecadores vivendo desordenadamente como se não existisse Deus? Foi esta a causa do dilúvio. Em Gênesis 6.5 está tudo muito bem explicado: “E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente.” A humanidade antediluviana não queria servir a Deus e por isso pereceu perdida no pecado. Exceto Noé e sua família escaparam da punição anunciada.

Quem ainda consegue viver 120 anos?

120Em Salmos 90.10 lemos assim “A duração de nossa vida é de setenta anos, e se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta anos, o melhor deles é canseira e enfado, pois passa rapidamente nós voamos.” Seria isto uma nova redução da nossa expectativa de vida? Não, absolutamente. Deus está apenas nos direcionando a frutificar nas melhores fases de nossa vida. Em Salmos 90.12 podemos compreender melhor: “Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios.” Esta é a única forma de se viver agradavelmente para Deus. O resultado é este: “O justo florescerá como a palmeira; crescerá como o cedro no Líbano. Os que estão plantados na casa do Senhor florescerão nos átrios do nosso Deus. Na velhice ainda darão frutos; serão viçosos e vigorosos.” (Salmos 92.12,13)

O valor da Palavra de Deus para a vida terrenal e eterna

escrituraEm Provérbios 4.13-23 lemos assim: “Apega-te à instrução e não a largues; guarda-a, porque ela é a tua vida. Não entres pela vereda dos ímpios, nem andes no caminho dos maus. Evita-o; não passes por ele; desvia-te dele e passa de largo. Pois não dormem, se não fizerem mal, e foge deles o sono se não fizerem alguém tropeçar. Porque comem o pão da impiedade, e bebem o vinho da violência. Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito. O caminho dos ímpios é como a escuridão; nem sabem em que tropeçam. Filho meu, atenta para as minhas palavras; às minhas razões inclina o teu ouvido. Não as deixes apartar-se dos teus olhos; guarda-as no íntimo do teu coração. Porque são vida para os que as acham, e saúde para todo o seu corpo. Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.”

Somente em Cristo podemos experimentar o estilo de vida citado acima. Jesus declarou: “Eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância. (João 10.10b) E mais importante que a saúde do corpo, é a saúde da alma. O apóstolo João escreveu ao presbítero Gaio: “Amado, desejo que te vá bem em todas as coisas, e que tenhas saúde, assim como bem vai a tua alma.” (3 João 1.2)

A história se repete

Você sabia que embora a nossa expectativa de vida tenha sido reduzida a humanidade ainda segue indiferente à mensagem de arrependimento? Jesus falou que na ocasião de sua segunda vinda (para levar os justos) o mundo estaria neste estado! Em Mateus 24.37-39 lemos: “E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem.” Você já está salvo e aguarda o arrebatamento?

O que Deus preparou para os fieis

Muito mais valioso que sonhar com uma longevidade na terra é ter a garantia da vida eterna no céu. Somente Cristo nos oferece esta oportunidade: “Mas agora, libertados do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna.” (Romanos 6.22) O que significa a vida eterna? Em João 17.3 Jesus mesmo explica: “A vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.” Então quem quiser ter a vida eterna precisa abandonar o deus deste mundo e entregar sua vida a Cristo para estar preparado para o arrebatamento.

vida longa em CristoEm Apocalipse 21.3-7; 27 temos uma ideia da cidade que Deus preparou para os salvos desfrutarem no futuro. Vejamos a descrição sobre a mesma: “E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus. E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis. E disse-me mais: Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida. Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.”; “E não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira; mas só os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro.”

machado-posto-raiz-arvores

O machado posto à raiz das árvores

machado-posto-raiz-arvores“E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus, que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura? Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento; E também agora está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo.” (Mateus 7.8,10)

A linguagem de João Batista dirigida aos fariseus e aos saduceus foi bem compreendida em sua época. Ao longo do tempo Israel recebeu diversos avisos para se converter de seus pecados. Embora a salvação seja de responsabilidade individual, geralmente quando o arrependimento começa pela liderança um maior número de pessoas é alcançado, por causa da força do exemplo.

Nos dias dos reis de Judá quando algum rei era convertido, o impacto de sua conversão era sentido nacionalmente. Tudo se originava com a volta à prática da Palavra. Deus mesmo tinha determinado que o rei deveria ter uma cópia da lei para o seu próprio ensino e assim seria capaz de guiar corretamente o povo. (Dt 17.18-20) Porém muitas vezes eles esqueceram desse importante detalhe .

O que estava acontecendo nos dias de Jesus? A liderança tinha cópias da lei, mas criaram diversos preceitos, além de viver religiosidade hipócrita. (Mt 15.9) Neste caso, para que servia a Bíblia? João Batista e Jesus denunciaram publicamente este adultério. Daí João declarou: “o machado já está posto à raiz da árvore.” A mensagem é clara: o genuíno arrependimento ocorre mediante mudança de atitude.

Capturar

A Mensagem do profeta Jonas

Quem não lembra da sentença de destruição que Nínive recebeu por causa de seu pecado nacional? Mas quando Jonas pregou lá o rei e povo se arrependeram a tempo! A Bíblia destaca a mudança de atitude da nação: “E Deus viu as obras deles, como se converteram do seu mau caminho; e Deus se arrependeu do mal que tinha anunciado lhes faria, e não o fez.” (Jonas 3.10)

A mensagem de Jesus

Jonas andava pelas ruas de Nínive anunciando uma palavra de juízo e fez isso por quarenta dias. Jesus investiu muito mais tempo que Jonas enfatizando não o juízo, mas a grande oportunidade de ser salvo antes do juízo. A maior prova desta urgência era o fato de o próprio filho de Deus estar presente na terra anunciando a salvação! Jesus não disse que o juízo fora cancelado, ainda estar por vir, mas não se sabe exatamente quando. Ele nos alertou: “O Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o juízo. (João 5.22)

Obviamente Jesus era muito mais que um profeta. Em Lucas 11.30 ele diz: “Porquanto, assim como Jonas foi sinal para os ninivitas, assim o Filho do homem o será também para esta geração.” Ele concluiu: “Os homens de Nínive se levantarão no juízo com esta geração, e a condenarão; pois se converteram com a pregação de Jonas; e eis aqui está quem é maior do que Jonas.” (Jonas 11.32)

O que esta mensagem tem a ver com a nossa geração? Muito, querido leitor. Quantas vezes já se ouviu a mensagem de salvação anunciada publicamente e muitos não reagem para uma mudança de vida? Cristo em sua bondade e paciência ainda nos espera para o arrependimento! Sejamos livres do juízo que está por vir. A Bíblia diz: “Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo.” (Hebreus 10.31) Mas aos que se arrependem e mudam seu estilo de vida Jesus tem uma promessa maravilhosa: “Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito.” (Romanos 8.1) Esta é a única maneira de não sermos cortados como uma árvore inútil e sermos lançados no fogo eterno.

Joel Barros

mateus-5-12-13

Os extraordinários ensinos de Cristo

Os ensinos de Cristo

os ensinos de Jesus em Mateus 4 a 9, 

Na leitura de hoje, vamos ler os capítulos 5, 6 e 7 de Mateus. Nesse texto, encontramos o chamado Sermão da Montanha. Em resumo, Jesus chamou seus discípulos para uma nova maneira de viver. Vamos destacar alguns trechos:

1) Ele nos ensinou quem é realmente feliz! (Mateus 5.2-12).

Para Deus, as pessoas humildes, misericordiosas, que têm fome e sede de justiça, pacificadoras e puras de coração estão entre as pessoas “bem-aventuradas” que receberão o Reino de Deus, serão consoladas, serão chamadas filhas de Deus e o verão!

2) Jesus também nos ensinou a lidar com a perseguição!

“Bem-aventurados serão vocês quando, por minha causa, os insultarem, os perseguirem e levantarem todo tipo de calúnia contra vocês. Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é a sua recompensa nos céus, (…)” (Mateus 5.11-12)

3) Ele nos ensinou a ser a diferença neste mundo!

“Vocês são o sal da terra. (…) Vocês são a luz do mundo. (…) brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus.” (Mateus 5.13-16)

4) Ele nos fez compreender a Lei de Deus e o pecado!

“Vocês ouviram o que foi dito aos seus antepassados: ‘Não matarás’, (…) Mas eu digo a vocês que qualquer que se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento. (…)” (Mateus 5:21-22)

5) Ele nos ensinou a lidar com nossos inimigos!

“Não resistam ao perverso. Se alguém o ferir na face direita, ofereça-lhe também a outra. E, se alguém quiser processá-lo e tirar de você a túnica, deixe que leve também a capa. Se alguém o forçar a caminhar com ele uma milha, vá com ele duas. (…) Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem.” (Mateus 5.38-44)

6) Ele nos ensinou a não buscar o elogio humano:

“Mas, quando você der esmola, que a sua mão esquerda não saiba o que está fazendo a direita,
(…) quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está em secreto. Então seu Pai, que vê em secreto, o recompensará.” (Mateus 6.3-6)

7) Ele nos ensinou a confiar em Deus!

“O seu Pai sabe do que vocês precisam, antes mesmo de o pedirem.” (Mateus 6.8); “Se vocês, apesar de serem maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais o Pai de vocês, que está nos céus, dará coisas boas aos que lhe pedirem!” (Mateus 7.11)

ensinos de jesus

8) Ele nos ensinou a perdoar!

“Se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não perdoará as ofensas de vocês.” (Mateus 6.8.15)

9) Ele nos ensinou a buscar o que é verdadeiramente importante:

“Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros nos céus (…)” (Mateus 6.19-20)

10) Ele nos ensinou a lidar com as nossas preocupações!

“Portanto, não se preocupem, dizendo: ‘Que vamos comer?’ ou ‘Que vamos beber?’ ou ‘Que vamos vestir?’ Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas. Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas serão acrescentadas a vocês.” (Mateus 6.31-33)

11) Ele nos ensinou a corrigir nossos próprios erros antes de apontar o erro dos outros:

“Hipócrita, tire primeiro a viga do seu olho, e então você verá claramente para tirar o cisco do olho do seu irmão.” (Mateus 7.5)

Naquele dia, as multidões se maravilharam com o ensino de Jesus. Conosco não é diferente! Coloquemos em prática tudo o que Jesus ensinou e seremos perfeitos como é o nosso Pai que está nos céus!

Ageu-2-9

Abraçando os projetos de Deus

Abraçando os projetos de Deus! Qual a Sua Prioridade?

Quando o imperador Ciro autorizou o retorno dos judeus exilados na Babilônia para Judá, permitiu que eles também reconstruíssem o Templo de Jerusalém. Mas o povo desanimou ao enfrentar a oposição dos samaritanos, como está registrado no livro de Esdras. Então, os judeus foram reconstruir apenas suas próprias casas e o Templo continuou em ruínas!

Então, Deus mandou uma mensagem por meio do profeta Ageu: “Acaso é tempo de vocês morarem em casas de fino acabamento, enquanto a minha casa continua destruída? (…) Vejam aonde os seus caminhos os levaram. Vocês têm plantado muito, e colhido pouco. (…) Aquele que recebe salário, recebe-o para colocá-lo numa bolsa furada. (…) Construam o templo, para que eu me alegre e nele seja glorificado”, diz o Senhor . “Vocês esperavam muito, mas, eis que veio pouco. E o que vocês trouxeram para casa eu dissipei com um sopro. E por que o fiz?”, pergunta o Senhor dos Exércitos. “Por causa do meu templo, que ainda está destruído enquanto cada um de vocês se ocupa com a sua própria casa. Por isso, por causa de vocês, o céu reteve o orvalho e a terra deixou de dar o seu fruto.” (Ageu 1.5-10)

Qual seu envolvimento com os projetos de Deus?

pode ser a razão porque muitos de nós tem deixado de receber algumas das bênçãos de Deus. Talvez estejamos preocupados apenas com nossos próprios interesses e deixado de lado os projetos do Senhor.

Hoje, Deus nos chama a mudarmos essa atitude. Quando nos envolvemos com os projetos de Deus, Ele também se envolve com os nossos e nos abençoa. Assim, se cumpre o que Jesus disse: “Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas serão acrescentadas a vocês.” (Mateus 6.33)

projetos de deus

A reconstrução desse Templo era muito importante para reavivar a fé do povo judeu. Ali, Deus seria glorificado. Mas algumas pessoas se entristeceram ao perceber que esse novo templo não teria o mesmo esplendor do original, mas Deus disse: “A glória deste novo templo será maior do que a do antigo”, diz o Senhor dos Exércitos. “E neste lugar estabelecerei a paz” (Ageu 2.9)

Esta profecia se cumpriu quando o Senhor Jesus Cristo, o Filho de Deus, entrou nele para ensinar, curar e trazer paz e salvação ao homem!

E assim aprendemos outra lição: o Templo não precisa ser imponente, basta apenas ser cheio da glória de Deus, da manifestação da presença do Senhor! São maravilhas como essas que acontecem quando colocamos os projetos de Deus em nosso coração!

Amanhã, refletiremos sobre as profecias de Zacarias!

O poder da oração

Leitura de Hoje :Habacuque 1 a 3
habacuque-3-17-18

Na leitura de hoje, vamos ler o livro do profeta Habacuque.

Deus revelou a ele que estava chegando a hora de Judá ser conquistada pelos babilônios. Dias difíceis estavam por vir.

Habacuque estava prestes a passar por um momento de crise. E todos nós estamos sujeitos a enfrentar dificuldades semelhantes. Jesus disse: “Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal.” (Mateus 6.34)

Mas a Bíblia nos ensina a estarmos preparados para esses momentos. Paulo escreveu:”Finalmente, fortaleçam-se no Senhor e no seu forte poder. (…) Por isso, vistam toda a armadura de Deus, para que possam resistir no dia mau e permanecer inabaláveis, depois de terem feito tudo. (…) Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem na oração por todos os santos.” (Efésios 6.10-18)

Quando oramos, recebemos de Deus forças para passar por momentos difíceis e superá-los. E foi assim, conversando com Deus, que Habacuque encontrou forças para dizer: “Mesmo não florescendo a figueira e não havendo uvas nas videiras, mesmo falhando a safra de azeitonas e não havendo produção de alimento nas lavouras, nem ovelhas no curral, nem bois nos estábulos, ainda assim eu exultarei no Senhor e me alegrarei no Deus da minha salvação. O Senhor , o Soberano, é a minha força; ele faz os meus pés como os do cervo; faz-me andar em lugares altos.” (Habacuque 3.17-19)

Experimente conversar com Deus todos os dias e você verá como Ele o fortalecerá!

 

Leia mais um devocional diário: A oportunidade perdida

Colaboração de Melicégenes Rodrigues
Ministério de Evangelismo Urbano