vida-eterna

A Vida Eterna

A vida eterna ou Morte Eterna ?

A Bíblia oferece um caminho claro para a vida eterna. Primeiro, devemos reconhecer que somos pecadores diante de Deus. “Todos pecaram, mas não vieram para a glória de Deus” (. Todos nós temos feito coisas que não agradam a Deus, pecamos contra sua Lei, ,  e merece ser punido. Uma vez que todos os nossos pecados são em última instância contra o Deus eterno, a punição eterna é digna. “O salário do pecado é a morte, Rm 6:23 E Mt 25:46 que diz. E irão eles para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna.

Mas sem pecado (1 Pe 2:22), Jesus Cristo, o eterno Filho de Deus, morreu em sacrifício como oferta pelos nossos pecados (João 1: 1, 14) para pagar nossa punição. “Deus confirmou seu amor por nós, que Cristo morreu por nós quando ainda éramos pecadores” (Romanos 5: 8). Quando Jesus Cristo morreu na cruz (Jo 19:31-42), recebemos a penalidade que merecemos (2 Co 5:21). E ele ressuscitou dos mortos no terceiro dia (1 Co 15:1-4, e Ele triunfou na cruz vencendo o pecado e a morte. “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, para que pela sua grande misericórdia possamos nascer de novo pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos” (1 Pe 1:3).

Precisamos mudar nossa atitude para com Jesus Cristo pela fé. Precisamos saber quem Ele é, o que ele fez para nos salvar e por quê (Atos 3:19). Se crermos em Cristo e confiarmos que Ele morreu na cruz para pagar pelos nossos pecados, seremos perdoados e nos unimos a Ele na semelhança da sua morte, também da sua ressurreição, recebemos sua promessa. A vida eterna. “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16). “Se você confessar com a sua boca o Senhor Jesus, e crer no seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, você será salvo” (Romanos 10: 9). Jesus é o único e verdadeiro caminho para a vida eterna, Creia na obra consumada de Cristo na cruz. “Pela graça sois salvos pela fé, não por causa de ti, mas por causa do dom de Deus, não das obras, para que ninguém se glorie” (Efésios 2: 8-9).

O que posso fazer para garantir que o céu seja meu destino eterno? Como posso ter certeza de que irei para o céu?

VIDA ETERNA

Sejamos honestos. O dia em que entraremos na eternidade pode vir mais cedo do que pensamos. Precisamos saber disso no momento. Nem todos estaremos no céu. Como podemos ter certeza de que estamos indo para o céu? Cerca de dois mil anos atrás, os apóstolos Pedro e João estavam pregando o evangelho de Jesus Cristo a uma grande multidão de pessoas em Jerusalém. Pedro até fez observações profundas que ressoam até hoje. “Nada pode ser salvo por nenhum outro, porque não há outro nome debaixo do céu que nos seja digno de salvação” (Atos 4:12).

 

Mesmo agora, Atos 4:12 não é politicamente correto. Hoje, a palavra “todo mundo vai para o céu” ou “todos os caminhos nos levam ao céu” é popular. Muitas pessoas pensam que podem ir para o céu sem Jesus. Eles querem a glória, mas a cruz também é irritante, para não mencionar aquele que morreu na cruz. Muitas pessoas não querem receber Jesus como o único caminho para entrar no Céu e decidir encontrar um caminho diferente. Mas Jesus adverte que não há outro caminho e que a consequência da nossa rejeição desta verdade é passar a eternidade no inferno. Ele nos disse: “Aquele que tem fé no Filho tem a vida eterna, e todo aquele que não obedece a seu Filho não vê a vida eterna, mas a ira de Deus permanece sobre ele” (João 3:36). Acreditar em Cristo é a única chave para o céu.

Alguns afirmam que Deus, que só permite um caminho para o céu, é terrivelmente estreito. Mas, de fato, a humanidade se rebelou contra Deus. Nós merecemos ser julgados, mas Deus nos deu Seu Filho unigênito para morrer por nossos pecados e nos deu um meio de escapar. Se alguém olha para ela de forma estreita ou generosa, esta é a verdade. A boa notícia é a morte e ressurreição de Jesus. Aqueles que aceitaram esse evangelho pela fé também irão herdar a vida eterna no céu.

Arrependimento! O inicio para Vida Eterna!

Muitas pessoas hoje aderem a um evangelho diluído que negligencia a necessidade de arrependimento. Eles querem acreditar em Deus de ‘amor’ (não julgue) que não menciona o pecado de forma alguma e não pede mudança em suas vidas. Eles podem dizer: “Meu Deus nunca envia um homem para o inferno”. Mas Jesus falou mais do Inferno do que do Céu, e apresentou-se como o Salvador, o único caminho para entrar no céu. “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim” (João 14: 6).

Quem realmente entra no reino de Deus? Como posso ter certeza de que irei para o céu? A Bíblia distingue claramente entre aqueles que têm a vida eterna e aqueles que não têm. “Aquele que tem o Filho tem a vida, e quem não tem o Filho de Deus não tem vida” (1 João 5:12). Tudo isso leva ao problema da fé. Aqueles que crêem em Cristo tornam-se filhos de Deus (João 1:12). Aqueles que aceitam o sacrifício de Jesus como pagamento pelo meu pecado e crêem na ressurreição de Jesus vão para o céu. Aqueles que rejeitam a Cristo não podem ir. “Aquele que crê nele não é condenado, mas aquele que não crê já é julgado porque não crê no nome do unigênito Filho de Deus” (João 3:18).

Para aqueles que aceitaram Jesus Cristo como seu Salvador, o Céu é muito bom e, para aqueles que rejeitam o Inferno, o Inferno será ainda mais terrível. Quando você olha a Bíblia com sinceridade, descobre que esse conteúdo se repete com frequência. Esta linha é desenhada. A Bíblia diz que Jesus Cristo é o único caminho para o céu. Siga o comando de Jesus (Mateus 7: 13-14). Acredite Jesus é o único caminho para entrar no céu. Aqueles que têm fé estão garantidos para entrar no reino dos céus. Você acredita em Jesus AGORA? Confesse-o como salvador de sua vida e receba a salvação e a vida eterna!

A Vida Eterna é fruto de sua decisão

Se você quer receber Jesus Cristo como seu Salvador, você pode orar assim. Lembre-se, esse tipo de oração não significa que você está sendo salvo. Somente confiar em Cristo pode nos salvar de nossos pecados. Esta oração é uma maneira simples de expressar a fé e graças a Deus pela salvação. “Deus, eu sou um pecador e confesso que sou digno de punição. No entanto, Jesus Cristo deu a sua recompensa em seu nome, e pela fé. Nele foi perdoado. Eu confio somente em você para minha salvação. Sou grato pelo seu presente de vida eterna como resultado de sua maravilhosa graça e perdão. Amém!

Tome sua decisão de acreditar em Jesus Cristo, procure uma Igreja Evangélica,  e confesse a Jesus como Salvador”.

 

Deus Não Se Cansa De Você

No livro de Salmos, a Bíblia nos fala sobre esperar com paciência no Senhor, (Sl 40:1-3). Davi falou no Salmo 40 guiado pelo Espirito de Deus pois ele foi um rei que aprendeu a esperar e por isso ele declara no verso 3 “Bem-aventurado o homem que faz do Senhor a sua confiança; Todo cristão ao ler esses versículos é edificado na sua vida espiritual, renovando sua perseverança, pois todos precisamos de uma renovação diária, como na oração que Jesus ensinou aos seus discípulos dizendo “O pão nosso de cada dia nos daí hoje (Mateus 6:11)” Jesus menciona pedir hoje, para que amanhã, possamos orar novamente, pois a oração é uma necessidade diária, certa vez, um grade homem de Deus disse. “A oração é a respiração da alma” de certo que na caminhada cristã todos nós precisamos ser renovados em perseverança e paciência, (Hb 10:36) para que não desistamos de esperar pois quem espera no Senhor sempre será ouvido por Ele.

dessanimo
Alguém Pode se Cansar de Deus?

O escritor aos Hebreus fala sobre pessoas que abandonaram a congregação, (Hb 10:25). Em 2 Tm 4:10; o Apóstolo Paulo relata que Demas, um dos seus cooperadores o abandonou por amor ao mundo, veja Ed 8:22, Pv 2:13, e Sf 1:6, todos esses versículos falam de pessoas que caminhavam com Deus, que trabalhavam, se esforçavam na obra de Deus, mais que um dia deixaram o Senhor, o abandonaram, se cansaram de Deus, do seu reino e de esperar por ele.

deus não se cansa

Deus pode se Cansar de Alguém?

No livro do profeta Isaías As escrituras nos revela que o Senhor não se cansa nem se fadiga, Is 40:28; na caminhada com Deus, e na espera pelo cumprimento das suas promessas, alguém pode até se cansar, pode o abandonar, esquecer Dele e desviar dos seus caminhos, mais pela interseção de Jesus, Deus não se cansa de esperar por ninguém, embora esteja longe dos caminhos do Senhor Ele sempre o buscará, e enquanto essa pessoa estiver viva, pois depois da morte não há salvação, (Hb 9:27). Jesus não se fadiga de esperar por ela, como no caso da parábola do filho prodigo o pai ficou ali, esperando com muito amor, e guando aquele que estava longe voltou para casa, o pai saio correndo a encontra-lo, e cheio de alegria o abraçou e o beijou pois nunca se cansou e nem se fadigou de esperar por aquele de tinha o abandonado.

Deus não se cansa de você, Ele não se fadiga de trabalhar por você, Jesus disse “meu pai trabalha até agora e eu também trabalho. ( Jo 5:17)” Não se canse nem desista, continue, seja perseverante em esperar pois os que esperam no Senhor renovarão as suas forças; subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; andarão, e não se fatigarão, Isaías 40:31

machado-posto-raiz-arvores

O machado posto à raiz das árvores

machado-posto-raiz-arvores“E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus, que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura? Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento; E também agora está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo.” (Mateus 7.8,10)

A linguagem de João Batista dirigida aos fariseus e aos saduceus foi bem compreendida em sua época. Ao longo do tempo Israel recebeu diversos avisos para se converter de seus pecados. Embora a salvação seja de responsabilidade individual, geralmente quando o arrependimento começa pela liderança um maior número de pessoas é alcançado, por causa da força do exemplo.

Nos dias dos reis de Judá quando algum rei era convertido, o impacto de sua conversão era sentido nacionalmente. Tudo se originava com a volta à prática da Palavra. Deus mesmo tinha determinado que o rei deveria ter uma cópia da lei para o seu próprio ensino e assim seria capaz de guiar corretamente o povo. (Dt 17.18-20) Porém muitas vezes eles esqueceram desse importante detalhe .

O que estava acontecendo nos dias de Jesus? A liderança tinha cópias da lei, mas criaram diversos preceitos, além de viver religiosidade hipócrita. (Mt 15.9) Neste caso, para que servia a Bíblia? João Batista e Jesus denunciaram publicamente este adultério. Daí João declarou: “o machado já está posto à raiz da árvore.” A mensagem é clara: o genuíno arrependimento ocorre mediante mudança de atitude.

Capturar

A Mensagem do profeta Jonas

Quem não lembra da sentença de destruição que Nínive recebeu por causa de seu pecado nacional? Mas quando Jonas pregou lá o rei e povo se arrependeram a tempo! A Bíblia destaca a mudança de atitude da nação: “E Deus viu as obras deles, como se converteram do seu mau caminho; e Deus se arrependeu do mal que tinha anunciado lhes faria, e não o fez.” (Jonas 3.10)

A mensagem de Jesus

Jonas andava pelas ruas de Nínive anunciando uma palavra de juízo e fez isso por quarenta dias. Jesus investiu muito mais tempo que Jonas enfatizando não o juízo, mas a grande oportunidade de ser salvo antes do juízo. A maior prova desta urgência era o fato de o próprio filho de Deus estar presente na terra anunciando a salvação! Jesus não disse que o juízo fora cancelado, ainda estar por vir, mas não se sabe exatamente quando. Ele nos alertou: “O Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o juízo. (João 5.22)

Obviamente Jesus era muito mais que um profeta. Em Lucas 11.30 ele diz: “Porquanto, assim como Jonas foi sinal para os ninivitas, assim o Filho do homem o será também para esta geração.” Ele concluiu: “Os homens de Nínive se levantarão no juízo com esta geração, e a condenarão; pois se converteram com a pregação de Jonas; e eis aqui está quem é maior do que Jonas.” (Jonas 11.32)

O que esta mensagem tem a ver com a nossa geração? Muito, querido leitor. Quantas vezes já se ouviu a mensagem de salvação anunciada publicamente e muitos não reagem para uma mudança de vida? Cristo em sua bondade e paciência ainda nos espera para o arrependimento! Sejamos livres do juízo que está por vir. A Bíblia diz: “Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo.” (Hebreus 10.31) Mas aos que se arrependem e mudam seu estilo de vida Jesus tem uma promessa maravilhosa: “Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito.” (Romanos 8.1) Esta é a única maneira de não sermos cortados como uma árvore inútil e sermos lançados no fogo eterno.

Joel Barros

mateus-5-12-13

Os extraordinários ensinos de Cristo

Os ensinos de Cristo

os ensinos de Jesus em Mateus 4 a 9, 

Na leitura de hoje, vamos ler os capítulos 5, 6 e 7 de Mateus. Nesse texto, encontramos o chamado Sermão da Montanha. Em resumo, Jesus chamou seus discípulos para uma nova maneira de viver. Vamos destacar alguns trechos:

1) Ele nos ensinou quem é realmente feliz! (Mateus 5.2-12).

Para Deus, as pessoas humildes, misericordiosas, que têm fome e sede de justiça, pacificadoras e puras de coração estão entre as pessoas “bem-aventuradas” que receberão o Reino de Deus, serão consoladas, serão chamadas filhas de Deus e o verão!

2) Jesus também nos ensinou a lidar com a perseguição!

“Bem-aventurados serão vocês quando, por minha causa, os insultarem, os perseguirem e levantarem todo tipo de calúnia contra vocês. Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é a sua recompensa nos céus, (…)” (Mateus 5.11-12)

3) Ele nos ensinou a ser a diferença neste mundo!

“Vocês são o sal da terra. (…) Vocês são a luz do mundo. (…) brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus.” (Mateus 5.13-16)

4) Ele nos fez compreender a Lei de Deus e o pecado!

“Vocês ouviram o que foi dito aos seus antepassados: ‘Não matarás’, (…) Mas eu digo a vocês que qualquer que se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento. (…)” (Mateus 5:21-22)

5) Ele nos ensinou a lidar com nossos inimigos!

“Não resistam ao perverso. Se alguém o ferir na face direita, ofereça-lhe também a outra. E, se alguém quiser processá-lo e tirar de você a túnica, deixe que leve também a capa. Se alguém o forçar a caminhar com ele uma milha, vá com ele duas. (…) Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem.” (Mateus 5.38-44)

6) Ele nos ensinou a não buscar o elogio humano:

“Mas, quando você der esmola, que a sua mão esquerda não saiba o que está fazendo a direita,
(…) quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está em secreto. Então seu Pai, que vê em secreto, o recompensará.” (Mateus 6.3-6)

7) Ele nos ensinou a confiar em Deus!

“O seu Pai sabe do que vocês precisam, antes mesmo de o pedirem.” (Mateus 6.8); “Se vocês, apesar de serem maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais o Pai de vocês, que está nos céus, dará coisas boas aos que lhe pedirem!” (Mateus 7.11)

ensinos de jesus

8) Ele nos ensinou a perdoar!

“Se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não perdoará as ofensas de vocês.” (Mateus 6.8.15)

9) Ele nos ensinou a buscar o que é verdadeiramente importante:

“Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros nos céus (…)” (Mateus 6.19-20)

10) Ele nos ensinou a lidar com as nossas preocupações!

“Portanto, não se preocupem, dizendo: ‘Que vamos comer?’ ou ‘Que vamos beber?’ ou ‘Que vamos vestir?’ Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas. Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas serão acrescentadas a vocês.” (Mateus 6.31-33)

11) Ele nos ensinou a corrigir nossos próprios erros antes de apontar o erro dos outros:

“Hipócrita, tire primeiro a viga do seu olho, e então você verá claramente para tirar o cisco do olho do seu irmão.” (Mateus 7.5)

Naquele dia, as multidões se maravilharam com o ensino de Jesus. Conosco não é diferente! Coloquemos em prática tudo o que Jesus ensinou e seremos perfeitos como é o nosso Pai que está nos céus!

Ageu-2-9

Abraçando os projetos de Deus

Abraçando os projetos de Deus! Qual a Sua Prioridade?

Quando o imperador Ciro autorizou o retorno dos judeus exilados na Babilônia para Judá, permitiu que eles também reconstruíssem o Templo de Jerusalém. Mas o povo desanimou ao enfrentar a oposição dos samaritanos, como está registrado no livro de Esdras. Então, os judeus foram reconstruir apenas suas próprias casas e o Templo continuou em ruínas!

Então, Deus mandou uma mensagem por meio do profeta Ageu: “Acaso é tempo de vocês morarem em casas de fino acabamento, enquanto a minha casa continua destruída? (…) Vejam aonde os seus caminhos os levaram. Vocês têm plantado muito, e colhido pouco. (…) Aquele que recebe salário, recebe-o para colocá-lo numa bolsa furada. (…) Construam o templo, para que eu me alegre e nele seja glorificado”, diz o Senhor . “Vocês esperavam muito, mas, eis que veio pouco. E o que vocês trouxeram para casa eu dissipei com um sopro. E por que o fiz?”, pergunta o Senhor dos Exércitos. “Por causa do meu templo, que ainda está destruído enquanto cada um de vocês se ocupa com a sua própria casa. Por isso, por causa de vocês, o céu reteve o orvalho e a terra deixou de dar o seu fruto.” (Ageu 1.5-10)

Qual seu envolvimento com os projetos de Deus?

pode ser a razão porque muitos de nós tem deixado de receber algumas das bênçãos de Deus. Talvez estejamos preocupados apenas com nossos próprios interesses e deixado de lado os projetos do Senhor.

Hoje, Deus nos chama a mudarmos essa atitude. Quando nos envolvemos com os projetos de Deus, Ele também se envolve com os nossos e nos abençoa. Assim, se cumpre o que Jesus disse: “Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas serão acrescentadas a vocês.” (Mateus 6.33)

projetos de deus

A reconstrução desse Templo era muito importante para reavivar a fé do povo judeu. Ali, Deus seria glorificado. Mas algumas pessoas se entristeceram ao perceber que esse novo templo não teria o mesmo esplendor do original, mas Deus disse: “A glória deste novo templo será maior do que a do antigo”, diz o Senhor dos Exércitos. “E neste lugar estabelecerei a paz” (Ageu 2.9)

Esta profecia se cumpriu quando o Senhor Jesus Cristo, o Filho de Deus, entrou nele para ensinar, curar e trazer paz e salvação ao homem!

E assim aprendemos outra lição: o Templo não precisa ser imponente, basta apenas ser cheio da glória de Deus, da manifestação da presença do Senhor! São maravilhas como essas que acontecem quando colocamos os projetos de Deus em nosso coração!

Amanhã, refletiremos sobre as profecias de Zacarias!

Adoração a Deus, um privilégio!

Leitura de Hoje: Ezequiel 40 a 42, Você conhece o privilégio e o poder da Adoração a Deus? 

verdadeira adoraçãoNa leitura de hoje…

Depois da destruição de Jerusalém, os judeus que estavam exilados na Babilônia receberam uma grande promessa de Deus: a construção de um novo templo em Israel! Dessa forma, Deus daria novamente aos judeus o privilégio de estar diante dele em um templo para lhe prestar culto!

Em ocasiões anteriores, Deus já havia anunciado que um dia o cativeiro chegaria ao fim e eles retornariam para sua própria terra! Mas essa felicidade somente seria completa se eles pudessem ter novamente a oportunidade de estar em um templo para adorar ao Senhor!

Nossa vida só é completa quando somos adoradores de Deus! Somente quem passa pela experiência da adoração sabe como é maravilhoso estar prostrado diante de Deus e adorá-lo por tudo que é e por tudo que faz!

Todo dia é dia para adorar a Deus, de “aplaudi-lo” pela sua grandeza, pela excelência de suas obras! Quando olhamos, por exemplo, o nascer e o pôr do sol, percebemos que nunca são iguais aos do dia anterior. Não bastou a Ele criar o mundo. Como um grande artista, Ele escolheu presentear-nos com espetáculos inéditos e nos surpreender diariamente. Ele é realmente magnífico! Não nos faltam motivos para adorá-lo! Quem adora, não depende de circunstâncias para fazê-lo. Seja na prosperidade ou na necessidade, todo momento é hora de dizer “Bendito seja o nome do Senhor!”

À medida que os judeus se convertiam ao Senhor, crescia em seus corações o desejo de um templo para adorar a Deus! E é exatamente isso que sentimos quando colocamos o Senhor em primeiro lugar em nossa vida. Hoje, porém, nós mesmos somos templos do Espírito Santo e isso significa que a adoração não é mais apenas um momento. É um estilo de vida que nos faz desejar agradar a Deus o tempo todo, em toda nossa maneira de viver!

Como é bom adorar a Deus! Ele é digno de receber toda honra e todo louvor!

Veja mais um devocional diário: É hora de reviver!

Colaboração: Melicégenes Rodrigues
Ministério de Evangelismo Urbano

Jesus deseja restaurar sua vida!

Jesus Deseja Restaurar sua Vida! Conheça o Amor de Deus

Leitura de Hoje: Jeremias 31 a 33

 Na leitura de hoje Veremos grandes promessas que Deus fez a Israel e Judá, quando a cidade estava cercada pelos babilônios! “Assim diz o Senhor : ‘Vocês dizem que este lugar está devastado e ficará sem homens nem animais. Contudo, nas cidades de Judá e nas ruas de Jerusalém, que estão devastadas, desabitadas, sem homens nem animais, mais uma vez se ouvirão as vozes de júbilo e de alegria, do noivo e da noiva, e as vozes daqueles que trazem ofertas de ação de graças para o templo do Senhor , dizendo: ‘Deem graças ao Senhor dos Exércitos, pois ele é bom; o seu amor leal dura para sempre’. Porque eu mudarei a sorte desta terra como antigamente’, declara o Senhor .” (Jeremias 33.10-11)

jesus deseja restaurar sua vida

Deus estava revelando que tão grande quanto à sua justiça seria a sua misericórdia! Deus prometeu que o povo retornaria à sua terra! Jerusalém seria reconstruída! Mas as maiores promessas ainda estavam por vir! Deus faria com eles uma nova aliança. Ele prometeu escrever a sua lei nos seus corações e ser o Deus deles, e eles o seu povo. Todos conheceriam o Senhor e Ele perdoaria seus pecados! Deus levantaria do meio deles e traria para perto dele um novo rei, descendente de Davi. Ele também disse: “Davi jamais deixará de ter um descendente que se assente no trono de Israel, nem os sacerdotes, que são levitas, deixarão de ter descendente que esteja diante de mim para oferecer, continuamente, holocaustos, queimar ofertas de cereal e apresentar sacrifícios”. (Jeremias 33.17)

Deus estava falando de Jesus Cristo! Jesus é o Rei e Sacerdote que Deus prometeu! Ele veio para colocar em nossos corações a lei do Senhor! Por meio dele, conhecemos a Deus, pois Ele é o Filho de Deus! Através dele, nossos pecados foram perdoados, pois ofereceu-se a si mesmo como sacrifício na cruz! E hoje está assentado à direita do Pai!

Como é bom receber promessas de Deus! Mas nenhuma promessa é tão maravilhosa quanto a vinda do Senhor Jesus! Ele veio, como Deus prometeu, e voltará para reinar eternamente!

E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará

E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará!

De noite, quando Nicodemos foi ter uma conversa com Jesus, ele ouviu algo espantoso de Cristo: “Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo.” (João 3.5-7) Nicodemos era homem de bem, mestre em Israel, religioso e portanto altamente conceituado na sociedade judaica. Mas será que ele havia interpretado mal as palavras de Jesus? é preciso conhecermos a verdade, Jesus é a verdade e conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.

O que Jesus Quiz dizer com a verdade vos libertará?

A expressão “nascer de novo” entre os judeus era muito comum naqueles dias. Quando uma pessoa que não era judeu desejava se tornar um seguidor do judaísmo passava pelo ritual do batismo, e a partir daí era aceito como “prosélito”. Cristo falava de uma mudança espiritual, interna, operada exclusivamente pelo Espírito Santo de Deus. Nicodemos precisava entender que o ato de “nascer de novo” ia muito além de um mero ritual. Significava morrer para o pecado, morrer para o eu e o o mundo. Este mesmo ensino o apóstolo Paulo repassou aos romanos: “Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Romanos 6.11)

Todos nós nascemos sob o efeito do pecado. Esse assunto é largamente explicado nas Escrituras. Em Romanos 3.23 lemos: “porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus.” (Romanos 3.23)

A verdadeira Liberdade

Não somente Nicodemos, mas os demais judeus precisavam compreender o perigo da escravidão espiritual. Em João 8.32 Cristo afirmou: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” Mas os judeus não se viam escravos! Vejamos o restante da conversa: “Responderam-lhe: Somos descendência de Abraão, e nunca servimos a ninguém; como dizes tu: sereis livres? Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado. Ora o servo não fica para sempre em casa; o Filho fica para sempre. Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres. Bem sei que sois descendência de Abraão; contudo, procurais matar-me, porque a minha palavra não entra em vós.” (João 8.33-36)

E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará!

Se os judeus não aceitaram a mensagem de arrependimento, ela foi aceita entre os romanos e assim muitos foram libertos. Então a estes Paulo lhes escreveu: “Mas graças a Deus que, tendo sido servos do pecado, obedecestes de coração à forma de doutrina a que fostes entregues.” (Romanos 6.17) Paulo leva os romanos  a uma reflexão séria sobre a escravidão: “E que fruto tínheis então das coisas de que agora vos envergonhais? Porque o fim delas é a morte. Mas agora, libertados do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna. Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.” (Romanos 6.21-23)

A  mensagem que enfatiza o dom gratuito de Deus tem sido pregada até hoje ao redor do mundo. Ela traz a libertação completa da infidelidade, da mentira, do homossexualismo, do roubo, das drogas, do adultério, da prostituição, do alcoolismo etc. Se estamos libertos  por Cristo, consideremos o texto de Gálatas 5.1: “Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão.” A entrega de nossa vida a Cristo significa nada mais que uma permissão para que Ele viva em nós e através de nós. Em Gálatas 2.20 Paulo relata esta experiência: “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.”

Textos relacionados:
Quem não precisa nascer de novo?
Um encontro com Cristo
Receber a Jesus

Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida

eu-sou-o-caminho-a-verdade-e-a-vidaDisse Jesus: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao pai a não ser por mim.” (Jo 14.6)

Por que Jesus falou assim?

1. Eu sou o caminho… No início do mundo Adão e Eva foram induzidos ao caminho do erro daí o nosso entendimento ficou assim: “Há caminho que ao homem parece direito, mas o fim deles são caminhos de morte!” (Provérbios 14.12) Mas a Bíblia diz também: “Bom e reto é o Senhor. Ele ensina o caminho aos pecadores.” (Salmos 25.8)

2. Eu sou a verdade… Satanás é o pai da mentira! Ele disse que o homem seria como Deus, mas Eva confessou: “A serpente me enganou e eu comi” (Gênesis 3.13) De fato, o prazer do pecado é apenas ilusão por isso Deus deseja “que todos os homens se salvem, e venham ao pleno conhecimento da verdade!” (1 Timóteo 2.4)  A Bíblia nos alerta: “O salário do pecado é a morte, mas dom gratuito de Deus é a vida eterna, em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Romanos 6.23)

3. Eu sou a vida… Após o pecado de Adão e Eva a humanidade ficou separada de Deus – a fonte da vida. Está escrito: “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus.” (Romanos 3.23) Mas Deus nos deu uma esperança!  Assim está escrito: “Em esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos dos séculos.” (Tito 1.2)

4. Ninguém vem ao pai senão por mim. Cristo é o único caminho de volta a Deus. Para habitar com Ele é preciso confessá-lo como Salvador. Veja: “Se, com a tua boca, confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo, visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação. (Romanos 10.9,10) Você já fez essa confissão?

Textos relacionados:
O que significa confessar a Cristo
Você sabe mesmo porque Cristo veio ao mundo?

preparar-sermoes

Três acontecimentos que impactaram o mundo

A primeira notícia que mais impactou o mundo não foi uma boa notícia. Quando Adão e Eva erraram eles ficaram destituídos da glória de Deus e a conseqüência pesou sobre toda humanidade. Em Salmos 53.2,3 lemos assim: “Deus olhou desde os céus para os filhos dos homens, para ver se havia algum que tivesse entendimento e buscasse a Deus. Desviaram-se todos, e juntamente se fizeram imundos; não há quem faça o bem, não, nem sequer um.” Graças a Deus a nossa história pode ser reescrita novamente.

imagem do édenEm seu grande amor Deus elaborou um plano para salvar o homem de seus pecados. Cristo se prontificou a pagar o preço por nós: “Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei.” (Gálatas 4.4); “o qual, na verdade, em outro tempo foi conhecido, ainda antes da fundação do mundo, mas manifestado nestes últimos tempos por amor de vós.”  (1 Pedro 1.20).

Nas Escrituras Deus explica muitas vezes o motivo do sacrifício de seu Filho: Em Lucas 19.10 lemos resumidamente que “o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido.” Cristo veio para nos regenerar, ou seja, para mudar o nosso estilo de vida. Em 1 Pedro 2.24 lemos:  “Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados.”

Não devemos temer. O diabo pensou que havia estragado tudo, mas “Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com virtude; o qual andou fazendo bem, e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele.” (Atos 10.38). Em 1 João 3.8b lemos: “Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo.”

A segunda notícia que mais impactou o mundo foi a ressurreição de Cristo dentre os mortos. É claro, o pecado trouxe consigo a morte. Cristo não pecou e por isso pôde vencer a morte ressuscitando dentre os mortos. Vejamos: “E Jesus, tendo ressuscitado na manhã do primeiro dia da semana, apareceu primeiramente a Maria Madalena, da qual tinha expulsado sete demônios.” (Marcos 16.9) “Finalmente apareceu aos onze, estando eles assentados à mesa, e lançou-lhes em rosto a sua incredulidade e dureza de coração, por não haverem crido nos que o tinham visto já ressuscitado.” (Marcos 16.14) Cristo após cumprir o seu ministério na terra voltou com um corpo glorificado ao céu. Em Atos 1.2,3 lemos que ele “foi recebido em cima, depois de ter dado mandamentos, pelo Espírito Santo, aos apóstolos que escolhera; aos quais também, depois de ter padecido, se apresentou vivo, com muitas e infalíveis provas, sendo visto por eles por espaço de quarenta dias, e falando das coisas concernentes ao reino de Deus.”

A terceira notícia que mais impactou o mundo foi o batismo de poder (batismo no Espírito Santo) Este dom precioso foi dado aos que creram a fim de anunciarem com poder a boa notícia da salvação pelo mundo. Em Atos 1.8 lemos: “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.” De fato, em Atos 4.33 lemos que “os apóstolos davam, com grande poder, testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça.” (Atos 4.33). Em Tessalônica o impacto desse poder foi noticiado assim: “Estes que têm alvoroçado o mundo, chegaram também aqui.” (Atos 17.6b) E em Éfeso? Paulo pregou lá, “e durou isto por espaço de dois anos; de tal maneira que todos os que habitavam na Ásia ouviram a palavra do Senhor Jesus, assim judeus como gregos. E Deus pelas mãos de Paulo fazia maravilhas extraordinárias. (Atos 19.11) Esta boa notícia já está entre nós!

Não importa a quantidade ou o grau de nossos pecados, para sermos salvos devemos apenas seguir o conselho das Escrituras: “Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo.” (Atos 2.38) Tem mais: Cristo nos promete um lugar superior ao jardim do Éden. Você já confessou a Cristo como seu Salvador? Veja o que disse sobre isto: “Pai, aqueles que me deste quero que, onde eu estiver, também eles estejam comigo, para que vejam a minha glória que me deste; porque tu me amaste antes da fundação do mundo.” (João 17.24)

Textos relacionados:
O que significa confessar a Cristo
A cidade de Deus
Algo pode anular a fidelidade de Deus?