O exemplo de Daniel: a fidelidade que apresenta Deus ao mundo

Leitura de Hoje: Daniel 1 a 3

 

Daniel 2.47Na leitura de hoje, começaremos a ler o livro de Daniel.

O livro conta a história de Daniel e outros três jovens judeus exilados na Babilônia que tiveram a oportunidade de servir no palácio do rei Nabucodonosor, mas decidiram ser fiéis a Deus em todas as circunstâncias, ainda que isso custasse suas próprias vidas.

Esses jovens receberam de Deus capacidades extraordinárias e se destacaram no reino da Babilônia e por meio de suas vidas, muitas pessoas puderam conhecer o verdadeiro Deus.

Nos capítulos de hoje, Nabucodonosor conhece o poder de Deus para revelar mistérios,  interpretar sonhos e livrar seus servos em uma fornalha de fogo.

Que o Senhor nos faça tão corajosos quanto estes jovens judeus! Que as pessoas venham conhecer a Deus por meio de nossas vidas e venham dizer palavras como as ditas pelo rei:“Não há dúvida de que o seu Deus é o Deus dos deuses, o Senhor dos reis e aquele que revela os mistérios”. (Daniel 2.47)

“Louvado seja o Deus (…) que enviou o seu anjo e livrou os seus servos!  (…) nenhum outro deus é capaz de livrar alguém dessa maneira”.
(Daniel 3.28-29)

Confira mais um devocional diário: Cristo, o rio que nos traz a vida!

Colaboração de Melicégenes Rodrigues
Ministério de Evangelismo Urbano

Cristo, o rio que nos traz a vida!

Leitura de Hoje: Ezequiel 46 a 48

03 08 2015Na leitura de hoje, terminaremos de ler o livro de Ezequiel.

No penúltimo capítulo, Ezequiel tem uma visão. Ele vê o Mar Morto, um grande lago de Israel onde praticamente não se desenvolve nenhum tipo de vida, por causa da excessiva concentração de sal de suas águas. Depois, viu que um profundo rio nasceu no Templo e fluía em direção  ao Mar Morto para mudar a sua paisagem e levar vida para onde não havia vida!

O homem enviado por Deus disse a Ezequiel:

“Por onde passar o rio haverá todo tipo de animais e de peixes. Porque essa água flui para lá e saneia a água salgada; de modo que onde o rio fluir tudo viverá. Pescadores estarão ao longo do litoral; desde En-Gedi até En-Eglaim haverá locais próprios para estender as redes. Os peixes serão de muitos tipos, como os peixes do mar Grande. (…) Árvores frutíferas de toda espécie crescerão em ambas as margens do rio. Suas folhas não murcharão e os seus frutos não cairão. Todo mês produzirão, porque a água vinda do santuário chega a elas. Seus frutos servirão de comida; suas folhas, de remédio”.
(Ezequiel 47.9-12)

O Mar Morto representa o homem sem Deus e o rio representa o Senhor Jesus! Por onde Ele passa, há salvação, há esperança, há cura, há libertação, há transformação de vidas! Histórias mudam! Tudo se faz novo! Suas águas satisfazem para sempre a sede humana e faz com que o  homem se torne como um terra fértil que dá muitos frutos!

Este rio chamado Jesus Cristo pode mudar nossas vidas, porque é Ele quem nos traz a verdadeira vida!

Mais um devocional diário click no link; Um chamado para a consagração

Colaboração de Melicégenes Rodrigues
Ministério de Evangelismo Urbano

Um chamado para a consagração

Leitura de Hoje: Ezequiel 43 a 45

consagraçãoNa leitura de hoje, Deus continua a mostrar a Ezequiel o futuro templo de Israel.

Esse templo seria:

1) um lugar cheio da glória de Deus!

2) um lugar santo, afastado do pecado!

3) um lugar para oferecimento de sacrifícios!

Mas, à medida que lemos a Palavra de Deus, descobrimos que o desejo do Senhor é que tais características não estejam presentes apenas em templos, mas também na vida de cada adorador! Mais importante do que locais sagrados são pessoas consagradas ao Senhor!

Vejamos o que a Palavra de Deus nos orienta:

“Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de vocês mesmos?”
(1 Coríntios 6.19)

“(…) o Espírito da glória, o Espírito de Deus, repousa sobre vocês.”
(1 Pedro 4.14)

“Como filhos obedientes, não se deixem amoldar pelos maus desejos de outrora, quando viviam na ignorância. Mas, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem, pois está escrito: ‘Sejam santos, porque eu sou santo’”.
(1 Pedro 1.14-16)

“Portanto, irmãos, rogo pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês. Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”
(Romanos 12.1-2)

Assim, a Bíblia nos ensina a sermos cheios da presença de Deus, sermos santos e  nos oferecermos diariamente a Deus como sacrifício, substituindo nossa própria vontade pela vontade do Senhor! Deus não quer transformar apenas locais, mas também as pessoas, para que tenham uma vida consagrada diante dele!

 

Devocional diário click no link: O privilégio de adorar a Deus

Colaboração de Melicégenes Rodrigues
Ministério de Evangelismo Urbano

Adoração a Deus, um privilégio!

Leitura de Hoje: Ezequiel 40 a 42, Você conhece o privilégio e o poder da Adoração a Deus? 

verdadeira adoraçãoNa leitura de hoje…

Depois da destruição de Jerusalém, os judeus que estavam exilados na Babilônia receberam uma grande promessa de Deus: a construção de um novo templo em Israel! Dessa forma, Deus daria novamente aos judeus o privilégio de estar diante dele em um templo para lhe prestar culto!

Em ocasiões anteriores, Deus já havia anunciado que um dia o cativeiro chegaria ao fim e eles retornariam para sua própria terra! Mas essa felicidade somente seria completa se eles pudessem ter novamente a oportunidade de estar em um templo para adorar ao Senhor!

Nossa vida só é completa quando somos adoradores de Deus! Somente quem passa pela experiência da adoração sabe como é maravilhoso estar prostrado diante de Deus e adorá-lo por tudo que é e por tudo que faz!

Todo dia é dia para adorar a Deus, de “aplaudi-lo” pela sua grandeza, pela excelência de suas obras! Quando olhamos, por exemplo, o nascer e o pôr do sol, percebemos que nunca são iguais aos do dia anterior. Não bastou a Ele criar o mundo. Como um grande artista, Ele escolheu presentear-nos com espetáculos inéditos e nos surpreender diariamente. Ele é realmente magnífico! Não nos faltam motivos para adorá-lo! Quem adora, não depende de circunstâncias para fazê-lo. Seja na prosperidade ou na necessidade, todo momento é hora de dizer “Bendito seja o nome do Senhor!”

À medida que os judeus se convertiam ao Senhor, crescia em seus corações o desejo de um templo para adorar a Deus! E é exatamente isso que sentimos quando colocamos o Senhor em primeiro lugar em nossa vida. Hoje, porém, nós mesmos somos templos do Espírito Santo e isso significa que a adoração não é mais apenas um momento. É um estilo de vida que nos faz desejar agradar a Deus o tempo todo, em toda nossa maneira de viver!

Como é bom adorar a Deus! Ele é digno de receber toda honra e todo louvor!

Veja mais um devocional diário: É hora de reviver!

Colaboração: Melicégenes Rodrigues
Ministério de Evangelismo Urbano

É hora de reviver!

Leitura de Hoje: Ezequiel 37 a 39

reviverNa leitura de hoje, Deus leva Ezequiel em uma visão a um vale de ossos secos.

Lá, Deus perguntou a Ezequiel: “Filho do homem, estes ossos poderão tornar a viver?” (Ezequiel 37.3) Ezequiel simplesmente respondeu: “Ó Soberano Senhor , só tu o sabes.” Depois disso, um grande milagre aconteceu: Deus fez com que todos os ossos se juntassem e sobre eles viessem os tendões, a carne e a pele e Deus colocou neles o espírito e pessoas reviveram!

Esses ossos representam não apenas a nação de Israel, mas todos aqueles que estão afastados de Deus! A Bíblia diz: “Vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados (…) Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida com Cristo”. (Efésios 2.1-5)

Esses versículos mostram que Cristo pode dar vida aos  que estão “mortos” em seus pecados!

É Jesus quem nos faz passar da “morte” para a “vida”. Ele olha para pessoas que estão perdidas e enxerga nelas homens e mulheres de futuro, transformados pela sua graça. Ele é capaz de mudar histórias e casos considerados perdidos, pois, para Ele, nada é impossível!

Muitas vezes estamos também diante de “vales de ossos secos”, pessoas e situações que parecem não ter mais jeito. Então, Deus, nos faz a mesma pergunta que fez a Ezequiel. E nós? O que responderemos?

Hoje é dia para olharmos com os olhos dele e enxergar esperança onde aparentemente não há!

Veja mais um devocional: Encontrando as ovelhas perdidas

Colaboração de Melicégenes Rodrigues
Ministério de Evangelismo Urbano.

Ovelha perdida!

Leitura de Hoje : Ezequiel 31 a 36, O Bom Pastor em Busca da Ovelha perdida!ovelha perdida, bom pastor

Nos dias de Ezequiel, o povo de Israel estava afastado de Deus. Era como um rebanho de ovelhas que se distanciaram de seu pastor e se perderam, mas o Senhor fez uma maravilhosa promessa de resgatá-los e trazerem de volta para si: “Eu mesmo buscarei as minhas ovelhas e delas cuidarei.(…) Eu as resgatarei de todos os lugares para onde foram dispersas. (…) Procurarei as perdidas e trarei de volta as desviadas. Enfaixarei a que estiver ferida e fortalecerei a fraca” (Ezequiel 34.11-15)

Ele também prometeu enviar um novo Pastor: “Porei sobre elas um pastor, o meu servo Davi, e ele cuidará delas; (…) será o líder no meio delas. (…) Elas saberão que eu sou o Senhor, quando eu quebrar as cangas de seu jugo e as livrar das mãos daqueles que as escravizaram. Não serão mais saqueadas pelas nações, nem os animais selvagens as devorarão. Viverão em segurança, e ninguém lhes causará medo.” (Ezequiel 34.23-28)

Esse Pastor já veio: É o Senhor Jesus, que veio da linhagem de Davi! Ele não veio somente para trazer esperança para a restauração do reino de Israel, mas também para realizar algo mais importante: “buscar e salvar o que estava perdido.” (Lucas 19.10)

A Bíblia diz que Jesus, quando veio ao mundo, teve compaixão das multidões “porque estavam aflitas e desamparadas, como ovelhas sem pastor.” (Mateus 9.36) Talvez seja exatamente assim como você se sente. Quem sabe você esteja hoje afastado de Deus como uma ovelha que se perdeu e esteja ferida e enfraquecida pelo pecado! Saiba, porém, que Cristo está à sua procura. Ele quer restaurar a sua vida, socorrê-lo e levar de volta ao seu rebanho com alegria!

Jesus disse: “Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas. (…) Elas ouvirão a minha voz (…) eu as conheço, e elas me seguem.” (João 10.11-27)

Cristo deu a sua vida por nós e essa foi a maior prova de seu amor pelas suas ovelhas! E Ele, agora, está em busca de cada uma delas.

Portanto, se você pertence ao rebanho de Cristo, ouça a voz do Bom Pastor a te chamar e siga os seus passos, porque não há lugar mais seguro do que perto do Senhor Jesus! É o que diz o Salmo 23. O Senhor não deixa que nos falte nada! Ele nos conduz a pastagens verdes e a águas tranqüilas! Ele nos protege quando passamos por situações de perigo!

Que nossa vida, pois, esteja aos cuidados de Cristo! Que Ele seja para sempre o nosso Pastor!

Veja mais um devocional diário click no link: Humildade, a marca do cristão

Colaboração: Melicégenes Rodrigues
Ministério de Evangelismo Urbanoelicégenes Rodrigues

Humildade, a marca do cristão

Leitura de Hoje : Ezequiel 28 a 30

humildadeComo temos visto nos últimos dias, os profetas não transmitiram mensagens de Deus apenas para a nação de Israel, mas também para outras nações.

Entre elas, estava o Egito, que, nos dias de Ezequiel, se orgulhava do seu poder dizendo: “O [Rio] Nilo é meu; eu o fiz para mim mesmo”. (Ezequiel 29.3)

Para abater o orgulho dos egípcios, Deus iria permitir que eles fossem exilados por 40 anos e depois os traria de volta ao seu próprio território. O Egito se tornaria depois disso o mais humilde dos reinos!

Quando é necessário, Deus também realiza um tratamento em nossas vidas para tirar a arrogância do nosso coração. Esse sentimento é prejudicial para nosso relacionamento com o próximo e com Deus! Veja o que a Palavra de Deus diz sobre o tema: “O orgulho vem antes da destruição; o espírito altivo, antes da queda.” (Provérbios 16.18)

“(…) Por isso diz a Escritura: ‘Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes.'” (Tiago 4.6) É por isso que o apóstolo orientou: “Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a vocês mesmos.” (Filipenses 2.3) Esse foi também o ensino de Jesus: “Vocês sabem que os governantes das nações as dominam, e as pessoas importantes exercem poder sobre elas. Não será assim entre vocês. Ao contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo, e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo; como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos”. (Mateus 20.24-28)

Portanto, o cristão não é conhecido pela sua arrogância, mas pela humildade! Que o Senhor Jesus venha nos moldar para que a humildade se torne a nossa marca e assim sejamos cada dia mais parecidos com Cristo!

Veja mais Devocional diário: Vivendo na dependência de Deus

Ministério de Evangelismo Urbano
Melicégenes Rodrigues

Vivendo na dependência de Deus

Leitura de Hoje: Ezequiel 25 a 27

sem mim nada podeis fazerVeremos o anúncio que Deus fez a respeito de Tiro, uma próspera cidade portuária que se enriqueceu com o comércio marítimo.

Era uma verdadeira fortaleza no meio do mar e seus governantes e comerciantes acreditavam que jamais perderiam o seu poder e as suas riquezas e que nenhuma nação seria capaz de conquistar a cidade.

Entretanto, como resposta ao orgulho dos moradores de Tiro, Deus permitiu que a cidade fosse destruída. Suas ruínas podem ser vistas hoje no Líbano!

Tiro nos deixou uma grande lição: o sentimento de autossuficiência é um perigo para o ser humano! Todos temos que diariamente reconhecer que somos dependentes de Deus. Se temos alguma coisa, foi porque Deus permitiu que a tivéssemos.

Quando Jesus estava sendo julgado, Pilatos disse: “’Não sabe que eu tenho autoridade para libertá-lo e para crucificá-lo?’ Jesus respondeu: ‘Não terias nenhuma autoridade sobre mim se esta não te fosse dada de cima.'” (João 19.10-11)

Paulo escreveu: “Ordene aos que são ricos no presente mundo que não sejam arrogantes, nem ponham sua esperança na incerteza da riqueza, mas em Deus, que de tudo nos provê ricamente, para a nossa satisfação.” (1 Timóteo 6:17)

Assim, a Palavra de Deus nos adverte para que não deixemos que o orgulho de Tiro entre em nossos corações. Ao invés disso, agradeçamos ao Senhor todas as manhãs por nos conceder mais um dia de vida. Reconheçamos com humildade que tudo vem do Senhor: Ele nos dá diariamente o ar que respiramos, o alimento e a saúde! É Ele quem abre portas para que possamos prosperar! É Ele quem faz de nós pessoas bem-sucedidas! A Ele seja a glória por tudo que faz em nossas vidas!

Veja mais um devocional diário: Considerando a bondade e a severidade de Deus

Ministério de Evangelismo Urbano
Melicégenes Rodrigues

Bondade e severidade de Deus

A bondade e a severidade de Deus

Leitura de Hoje : Ezequiel 22 a 24, Deus é Amor! E também Justiça!

A Bíblia não traz apenas mensagens de esperança e bondade de Deus, mas também da severidade e  juízo, nas quais também devemos meditar!

Às vezes, mensagens das quais não gostamos são justamente as que precisamos ler ou ouvir! São as que abrirão os nossos olhos para identificarmos situações que colocam em risco o nosso futuro!

Como já observamos em capítulos anteriores, a nação de Israel decidiu permanecer em seu mau caminho e desprezar a misericórdia de Deus! Essa conduta necessariamente a levaria ao juízo. Deus disse: “Será que a sua coragem suportará ou as suas mãos serão fortes para o que eu vou fazer no dia em que eu der a você o devido tratamento? Eu, o Senhor , falei e o farei.” (Ezequiel 22.14) Em 2° Reis 25 e Jeremias 52, vimos como Deus puniu o povo de Judá, com a destruição de Jerusalém e a morte e deportação de muitos judeus. Mas tudo isso não se compara ao juízo que está por vir.

a Bondade e severidade de Deus

O juízo de Deus é uma realidade da qual ninguém escapará. O próprio Jesus disse: “Mas eu digo que, no dia do juízo, os homens haverão de dar conta de toda palavra inútil que tiverem falado”. (Mateus 12.36) Mais adiante, Jesus disse:“Quando o Filho do homem vier em sua glória, com todos os anjos, ele se assentará em seu trono na glória celestial. Todas as nações serão reunidas diante dele, e ele separará umas das outras como o pastor separa as ovelhas dos bodes. E colocará as ovelhas à sua direita e os bodes à sua esquerda. Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Venham, benditos de meu Pai! Recebam como herança o Reino que foi preparado para vocês desde a criação do mundo.’ (…) Então ele dirá aos que estiverem à sua esquerda: ‘Malditos, apartem-se de mim para o fogo eterno, preparado para o Diabo e os seus anjos.’ E estes irão para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna”. (Mateus 25.31-46) Mais tarde, Paulo escreveu: “Pois todos nós devemos comparecer perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba de acordo com as obras praticadas por meio do corpo, quer sejam boas quer sejam más.” (2° Coríntios 5.10)

A Bíblia não deixa dúvidas: o juízo de Deus será severo contra aquele que não se arrepender. O escritor da Carta aos Hebreus disse: “(…) se a mensagem transmitida por anjos provou a sua firmeza e toda transgressão e desobediência recebeu a devida punição, como escaparemos, se negligenciarmos tão grande salvação?” (Hebreus 2.1-2); “Se continuarmos a pecar deliberadamente depois que recebemos o conhecimento da verdade, já não resta sacrifício pelos pecados, mas tão somente uma terrível expectativa de juízo e de fogo intenso que consumirá os inimigos de Deus. Quem rejeitava a Lei de Moisés morria sem misericórdia pelo depoimento de duas ou três testemunhas. Quão mais severo castigo, julgam vocês, merece aquele que pisou aos pés o Filho de Deus, profanou o sangue da aliança pelo qual ele foi santificado e insultou o Espírito da graça? (…) Terrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo!” (Hebreus 10.26-31) Somente uma coisa pode livrar o homem desse castigo: arrepender-se de seus maus caminhos!

“No passado Deus não levou em conta essa ignorância, mas agora ordena que todos, em todo lugar, se arrependam. Pois estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça, por meio do homem que designou. E deu provas disso a todos, ressuscitando-o dentre os mortos”. (Atos 17.30-31) Cristo veio como Salvador! Em breve, porém, voltará como Juiz! Mas aqueles que se arrependerem não terão o que temer, pois neste dia se encontrarão com Ele, não para serem condenados, mas para receber de graça o presente que Ele há muito tempo preparou: a vida eterna!

Veja mais devocional click no link: O propósito superior de Deus

Melicégenes Rodrigues
Ministerio de Evangelismo Urbano

Plano superior de Deus

O propósito de Deus

Leitura de Hoje: Ezequiel 19 a 21, Conhecendo o proposito de Deus para sua vida!

Na leitura de hoje…
Quando lemos Ezequiel e outros livros proféticos, nos deparamos com a forma como Deus tratou os pecados da nação de Israel.

Todos nós estamos sujeitos a cometer os mesmos erros do povo judeu, mas refletir sobre a experiência dos judeus nos dá a oportunidade de reavaliarmos nosso comportamento e nos adequarmos às orientações do Senhor!

Mas, afinal, em que momento teve início a decadência do povo judeu? A resposta está no seguinte versículo: “Vocês dizem: ‘Queremos ser como as nações, como os povos do mundo (…)” (Ezequiel 20.32)

o propósito de Deus

Ser como o mundo significa pensar e agir como se Deus não existisse, como se nada fosse pecado e como se nunca fosse haver julgamento! Hoje, porém, é dia para pensarmos na grandeza de nosso chamado e o imenso favor de Deus pela nossa vida! Ele nos chamou para que fossemos transformados e para cumprir em nós o seu propósito! Ele nos escolheu para sermos a diferença, sal e luz neste mundo! Paulo escreveu: “Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12.2)

É hora de renovarmos a nossa mente! Pensarmos com a mente de Cristo! Quando de fato experimentarmos e compreendermos a maravilhosa vontade de Deus para nossa vida, não desejaremos mais voltar atrás, porque descobriremos que a vida para a qual Deus nos chama não se compara com a que o mundo propõe! Ao longo de nossa leitura da Bíblia, vamos perceber que o propósito de Deus é superior, incomparável e perfeita para a nossa vida! Ele não nos chama para a ilusão, mas para a verdadeira vida que dá sentido à nossa existência!

Veja mais um devocional diário click no link: Um convite à restauração

Melicégenes Rodrigues
Ministerio de Evangelismo Urbano